Piaçabuçu realiza campanha educativa de combate ao mosquito da dengue

A prefeitura de Piaçabuçu através das parcerias entre a secretaria municipal de saúde, e a secretaria municipal de educação, está realizando uma campanha educativa para incentivar o combate ao mosquito da dengue, em Piaçabuçu.

Foi desenvolvido um vídeo pela equipe de agentes de endemias do grupo de fantoches, que ressalta a importância de combater e se proteger o vírus da dengue.

“A secretaria de saúde, em parceria com a secretaria de educação, promoveu um vídeo para conscientização dos alunos das escolas da rede municipal de educação para desenvolver o trabalho de combate ao mosquito da dengue. Esse vídeo foi desenvolvido pela equipe do grupo de fantoches dos agentes de endemias para incentivar os alunos a realizarem essa ação”, disse a coordenadora de endemias, Angélica Reis.

Todos os anos a secretaria de saúde promove campanhas para combater o mosquito Aedes Aegypti, que é responsável por doenças como a Zika, a Chikungunya e a Febre Amarela. Esse ano, a campanha foi ampliada com a produção desse vídeo para alcançar o público infantil e ensinar a importância de compreender, desde cedo, a necessidade de combater esse vírus.

Vale ressaltar que é de extrema importância que todos estejam engajados no combate desse vírus. O Aedes aegypti não escolhe um criadouro específico. Basta um pouco de água em qualquer recipiente para que ele deposite seus ovos. No entanto, ações simples e rápidas podem ajudar no combate ao mosquito. É importante não deixar água parada e verificar locais óbvios, como calhas, caixa d’água, vasos de plantas e pneus, por exemplo. Também é fundamental fazer uma varredura em ralos e vasos sanitários, espaços por vezes esquecidos.

Cada pessoa é responsável e precisa semanalmente fazer vistorias no seu imóvel para evitar focos do mosquito. Durante o período chuvoso, aumenta a formação de criadouros do Aedes aegypti fora e dentro de casa. Baldes, potes, quartinhas, bacias, tambores e outros recipientes que armazenam a água potável ou para uso doméstico devem ser limpos e vedados corretamente.

Outro lembrete é evitar que a água de chuva fique acumula sobre lajes e calhas. Por isso, recomenda-se guardar garrafas sempre de cabeça para baixo, encher até a borda os pratinhos dos vasos de plantas e eliminar adequadamente o lixo que possa armazenar água, como pneus velhos, latas, recipientes plásticos, tampas de garrafas e copos descartáveis.

Comentários