‘Faltou maturidade em saber jogar com o resultado’, avaliou Pachequinho

Apesar de ter saído na frente do marcador ainda com dois minutos de partida frente ao Bahia no Couto Pereira, o Coritiba terminou o jogo com mais uma derrota no Brasileirão e a sensação ruim de passar mais uma rodada dentro da zona de rebaixamento.

Segundo a avaliação feita depois da partida por Pachequinho, integrante da comissão técnica fixa do clube que tem ocupado o posto de Rodrigo Santana, diagnosticado com Covid-19, a equipe não demonstrou maturidade o suficiente para manter a vitória em suas mãos mesmo diante do início promissor:

– Acho que a gente começou muito bem o jogo, criando várias oportunidades e poderia ampliar. Mas faltou maturidade para o time de saber jogar com o resultado.

Além disso, o treinador da equipe no confronto com os baianos chegou também a reclamar da revisão feita pela arbitragem no segundo gol feito por Giovanni Augusto que resultou na anulação devido a um toque de mão dado por Neilton:

– Esse gol anulado e da forma que foi anulado, em uma falta em Neílton e o VAR achou uma mão na bola (…) foi um banho de água fria, principalmente no momento que a gente vinha na partida, em um momento muito bom. A parte psicológica naquele momento foi fundamental. A partir do momento que toma o gol, a nossa equipe desconcentra e desestabiliza.





Fonte: https://www.lance.com.br/