Prainha de Penedo é considerada imprópria para banho

Em todo o estado foram analisados 65 pontos; Velho Chico em está na mesma situação

O relatório de balneabilidade divulgado pelo Instituto do Meio Ambiente do Estado de Alagoas (IMA-AL) nesta sexta-feira (5), apontou que 21% dos trechos de praias e rios analisados estão impróprios para banho. Em Maceió, esse percentual é ainda maior, 30% dos pontos analisados foram considerados inadequados.

O IMA segue resolução normativa do Conselho do Meio Ambiente para fazer as análises. Um local é considerado próprio quando, no mínimo, 80% de um conjunto de amostras obtidas não exceda um limite de 800 NMP (Número Mais Provável) da bactéria Escherichia coli por 100 mL da amostra de água. Qualquer índice acima disso, há risco de contaminação.

Segundo o relatório, dos 65 pontos analisados no estado, 14 trechos foram considerados impróprios e 51 considerados adequados. Já na capital, foram analisados 20 trechos, dos quais 14 foram considerados adequados para banho e 6, não.

“Os pontos que deram impróprios a gente já esperava por causa das chuvas que ocorreram em Alagoas. É importante ressaltar que as pessoas correm risco de tomar banho nesses locais, risco de pegar doença no trato digestivo, doença de pele e até meningite”, disse o coordenador do Gerenciamento Costeiro do IMA, Ricardo César.

Veja a lista dos locais impróprios para banho

Litoral Sul – 17,4% de pontos de coleta impróprios para banho

  • Rio São Francisco – Piaçabuçu
  • do Rio São Francisco – Penedo
  • Praia da Barra de São Miguel
  • Rio Niquim

 

Maceió – 30% de pontos de coleta impróprios para banho

  • Praia do Pontal da Barra (dois pontos impróprios)
  • Praia da Avenida (dois pontos impróprios)
  • Praia de Jatiúca
  • Praia de Cruz das Almas

Litoral Norte – 18,2% pontos de coleta impróprios para banho

  • Rio Tatuamunha
  • Praia de Maragogi (Foz do Rio Salgado, Foz do Rio Maragogi e Foz do Rio Persinunga)

Fonte: G1

Comentários