Vestibular 2021: Saiba mais sobre as leituras obrigatórias da UERJ


A Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) liberou recentemente o edital referente ao processo de seleção de novos alunos de 2021. De acordo com o documento, os candidatos deverão fazer uma prova objetiva, contendo 60 questões de múltipla escolha e uma prova de redação. Além disso, o edital estabelece ainda duas leituras obrigatórias. 

Desse modo, os estudantes deverão estar preparados para discorrer ou responder questões sobre as obras literárias “Triste fim de Policarpo Quaresma”, de Lima Barreto e “1984”, escrita por George Orwell. Veja abaixo um pequeno resumo dos livros.

“Triste fim de Policarpo Quaresma”

Publicado pela primeira vez em 1911, essa obra de Lima Barreto é um dos maiores clássicos da literatura brasileira do período pré-modernista. O enredo é centrado na figura de Quaresma, um funcionário público que valoriza a cultura do país e defende os indígenas como verdadeiros brasileiros. Por isso, ele propõe a um ministro o reconhecimento da língua tupi como língua nacional. Essa ação, no entanto, faz com que ele seja considerado louco e ele é internado em um hospital psiquiátrico.

Mesmo após a sua saída, Quaresma segue acreditando nos seus ideais. Contudo, resolve se afastar e se isolar em um sítio. Ainda assim, ele acaba envolvido com diversos políticos locais durante a Revolta Armada. O fim de Quaresma é o fuzilamento devido aos seus posicionamentos.

“1984”

O livro 1984″ foi publicado pela primeira vez em 1949 por George Orwell, pseudônimo do escritor Eric Arthur Blair. Conhecida mundialmente, a obra se passa no ano de 1984 e traz um enredo de um futuro distópico. A história se passa da Oceania, onde o Estado impõe um regime totalitário para a sociedade, por meio da vigilância do Grande Irmão.

Conforme narra o autor, nada escapa ao regime de modo que a sociedade é altamente vigiada. O personagem principal é Winston Smith e ele representa um contraponto ao regime. Smith trabalha no Ministério da Verdade e discorda da maneira de como o Estado age quanto à punição dada em alguns casos, que era a morte. Desse modo, a obra tem como tema central o totalitarismo.

E aí? Gostou do texto? Então deixe aqui o seu comentário!

Leia ainda O que fazer se “der um branco” na prova? Veja 3 dicas.

Fonte: Notícias Concursos