Algoz de Ceni no Racing tem Covid e desfalca duelo contra o São Paulo na Libertadores; camisa 10 pode indicar novos infectados no time


A vitória por 3 a 0 sobre o Ituano, no último domingo (25), fez o São Paulo garantir antecipadamente a vaga nas quartas de final do Campeonato Paulista e ampliar sua invencibilidade na temporada 2021. Sob o comando de Hernán Crespo, a equipe chegou ao sétimo triunfo seguido, maior marca do clube desde 2012, ano do título da Copa Sul-Americana.




Na Argentina e em outros países ao redor do mundo, jornais já destacam a campanha de Crespo à frente do São Paulo. Na Libertadores, o Tricolor estreou na semana passada com bela vitória por 3 a 0 sobre o Sporting Cristal, em Lima, no Peru. Nesta quinta-feira (29), o time recebe os uruguaios do Rentistas, no Morumbi. Só que nesta segunda (26), a notícia do dia foi o surto de Covid na delegação do Racing.

O time argentino é o outro integrante do Grupo E e que enfrentará o São Paulo, em Buenos Aires, no próximo dia 5 de maio. O meia Matías Rojas, o assessor esportivo Rúben Capria e dois integrantes da comissão técnica, José Ramírez e Alejandro Richino, contraíram o Coronavírus e já estão em isolamento. 

Rojas (à dir) contraiu Covid e será desfalque do Racing contra o São Paulo (Foto: Agustin Marcarian – Pool/Getty Images Argentina)

Apesar de isolar o meia titular de Juan Antonio Pizzi do seu plantel, a diretoria do Racing já trabalha com a possibilidade de haver mais infectados. Segundo a imprensa argentina, Rojas, camisa 10 e algoz do Flamengo de Rogério Ceni em 2020, já está descartado para o duelo em Avellaneda diante dos brasileiros. 

Apenas em 2021, 17 jogadores do plantel do Racing já testaram positivo para a Covid. No primeiro jogo da chave, o time argentino ficou no empate por 1 a 1 com o Rentistas. Na quinta agora, a equipe de Avellaneda recebe no Presidente Perón o Sporting Cristal. 

  • São Paulo
  • Racing
  • Covid
  • Libertadores

Fonte: Bola Vip