Concurso SEFAZ CE 2021: Edital pode sair até sexta-feira, 30


Secretaria da Fazenda do Estado do Ceará tem expectativa de abrir um novo edital de concurso (Concurso SEFAZ CE 2021). O edital, previsto para sair em meados de abril, precisou passar por alguns ajustes na lei de cotas para negros, sancionada recentemente pelo estado. Agora, a previsão é que o documento seja publicado até sexta-feira, 30 de abril.

“O Estado do Ceará aprovou, recentemente, uma lei de cota para negros e fizemos questão de adequar o edital para essa lei […] os ajustes foram aprovados na Assembleia Legislativa hoje (15/04). Nossa ideia é que Cebraspe e comissão consigam entregar esse edital entre dez e 15 dias”, disse a secretária”.

Um novo grupo de trabalho foi designado para os trâmites do novo certame. De acordo com o documento publicado no Diário Oficial do Estado, edição do dia 23 de março, a comissão coordenadora foi formada:

  • Dulce Ane Pitombeira de Lucena Capistrano (presidente);
  • Edlourdes Pires Moura Coelho (membro da Secretaria da Fazenda do Ceará);
  • Guilherme França Moraes (membro da Sefaz);
  • Fábio da Silva Miranda (membro da Secretaria do Planejamento e Gestão); e
  • Rose Raphaele Pereira de Sousa (membro da Seplag).

A comissão acima ficará encarregada de tocar os processos até a data de homologação do concurso. Com a comissão formada e a banca contratada, o próximo passo é a publicação do edital.

O edital do concurso Sefaz CE será publicado até o dia 15 de abril, segundo informações da secretária de Fazenda do Estado, Fernanda Pacobahyba, em resposta a uma seguidora nas redes sociais.

O edital tem previsão de ser publicado com 100 vagas, distribuídas entre os cargos de auditor fiscal da receita estadual; auditor fiscal contábil-financeiro; auditor fiscal jurídico; e auditor fiscal de tecnologia da informação. Para concorrer a uma das vagas, o candidato deverá ter nível superior, sendo qualquer área para o auditor fiscal da receita estadual e na área específica para os demais cargos.

O salário, de acordo com os valores atualizados de janeiro de 2020, poderá chegar a R$16.045,30, já contando com as gratificações e prêmios por desempenho fiscal. Os aprovados irão atuar com jornadas de 40 horas e em regime estatutário.

De acordo com o projeto básico do certame, os candidatos serão avaliados por provas objetivas, discursivas e de títulos. Os exames estão confirmados para a cidade de Fortaleza.

As provas do concurso serão aplicadas em um único domingo, nos turnos da manhã e tarde. O primeiro exame vai contar com prova objetiva, que vai contar com 160 questões de Conhecimentos Gerais e Específicos do tipo “certo” ou “errada”.

Já a prova discursiva vai contar com duas questões, com até 20 linhas cada, e um estudo de caso, com até 45 linhas.

Segundo o edital, somente serão corrigidas as avaliações dos candidatos aprovados na objetiva classificados em até três vezes a quantidade de vagas ofertadas para cada cargo.

“Em um total de 300 correções, respeitados os empates na última posição”, confirma o projeto básico.

Por fim, o concurso terá a prova de títulos. A etapa, entretanto, vai ser aplicada somente aos candidatos aprovados nas fases anteriores.’

Organizadora

A banca organizadora já foi definida. Em publicação no Diário Oficial do Estado, o Governo oficializou o Cebraspe como banca organizadora. A escolha foi feita por dispensa de licitação.

A pasta formou a comissão organizadora que ficará responsável pelo andamento do concurso. A equipe é formada pelos seguintes auditores fiscais do estado:

  • Dulce Ane Pitombeira de Lucena Capistrano;
  • Roberta de Alencar Pita;
  • Edlourdes Pires Moura Coelho;
  • Thiago Alves Paiva;
  • Marcio Cardeal Queiroz da Silva;
  • Takeshi Cardoso Koshima;
  • Marcus Augusto Silva Ferreira;
  • Francisco Ferreira Chagas Junior;
  • Luciana Nunes Coutinho; e
  • Anna Isabelle Gomes Pereira Santos.

Agora, com a comissão formada, os próximos passos serão a elaboração e conclusão do estudo do número de vagas e cargos. Além disso, uma banca organizadora será escolhida.

A expectativa é que o edital seja publicado até junho de 2021, conforme informação passada pela secretária da Fazenda do Estado, Fernanda Pocabahyba.

Em junho do ano passado, a secretária estimou a abertura do concurso ainda em 2020. No entanto, segundo ela, por conta da pandemia do novo coronavírus e devido aos trâmites para a escolha da banca organizadora, ela confirmou o edital para 2021. O concurso deve sair com um total de 100 vagas imediatas, mas sem formação de cadastro reserva.

“A minha pretensão, já alinhada com o Governo do Estado, é realizar concursos (Sefaz CE) com um menor número de vagas e uma maior regularidade […] Não pretendemos formar cadastro de reserva, as nomeações serão imediatas devido a urgência da necessidade de pessoal”, disse.

O Concurso SEFAZ CE

De acordo com o sindicato, o total de 100 vagas não supre a necessidade da Sefaz-CE, que já tem déficit de 200 servidores.

“100 vagas é pouco diante da quantidade de servidores que se aposentaram. Foram 11 anos sem concurso”, relatou o Sintaf-CE.

O cargo de Auditor, no que compete entre as suas atribuições, tem missão de efetuar levantamento e análise de dados econômico-fiscais e cadastrais na Sefaz e/ou no contribuinte; preparar relatórios e/ou processos e/ou informações específicos de sua área de atuação; participar de elaboração de planos operacionais de sua área de atuação e responder por sua execução; oferecer suporte operacional e/ou instrumental para a elaboração de procedimentos e/ou processos da sua área de atuação; realizar diligências fiscais; constituir crédito tributário com competência plena em procedimentos de fiscalização referentes a todos os tributos estaduais e regimes de recolhimento quanto às obrigações tributárias principais e acessórias; elaborar representação fiscal para fins penais nos crimes contra a ordem tributária.

Último Concurso de Auditor

O último concurso aconteceu em 2007, quando contou sob organização da Escola de Administração Fazendária (ESAF). Foram oferecidas 150 vagas, com oportunidades para os cargos de Auditor-fiscal da receita estadual (150 vagas), analista contábil- financeiro (40), analista jurídico (20) e analista de tecnologia da informação (60). Para participar, o candidato devia ter ao menos o nível superior, reconhecido pelo MEC.

Ao todo, foram 135 questões. O candidato, para ser considerado aprovado e classificado, teve que ter obtido, no minimo, 40% (quarenta por cento) do somatório dos pontos ponderados correspondentes ao conjunto de disciplinas que compõem cada uma das provas objetivas e ter obtido, no mínimo, 60% (sessenta por cento) do somatório dos pontos ponderados correspondentes ao conjunto das provas objetivas 1, 2 e 3.

  • Concurso: Secretaria da Fazenda do Estado do Ceará
  • Banca organizadora: Cebraspe
  • Escolaridade: superior
  • Número de vagas: 100
  • Remuneração: a definir
  • Inscrições: a definir
  • Taxa de Inscrição: a definir
  • Provas: a definir
  • Situação: PREVISTO

Fonte: Notícias Concursos