Futebol feminino: Comentarista tem fala racista em jogo do Bahia e é afastado da CBF TV



O Bahia empatou em 2 a 2 com o Napoli, pelo Campeonato Brasileiro feminino, neste domingo (25), mas o que mais chamou atenção na partida foi um comentário racista feito durante a transmissão do MyCujoo e CBF TV. 

Ainda no primeiro tempo da partida, o comentarista Edson Florão afirmou que o cabelo das jogadoras do Bahia eram “exóticos” e fez uma comparação das atletas com a cantora Margareth Menezes.

Após um questionamento de um torcedor, o narrador Paulo Cezar Ferrarin ainda defendeu o companheiro e afirmou que é muito “mimimi”. 

“Acaba tendo que rifar a bola, facilitando especialmente o sistema defensivo da equipe do Bahia, que está aí com a sua vantagem de estatura, com esses cabelos exóticos, pelo menos uma meia dúzia. A Aline tem o cabelo mais exótico me parece dessa equipe do Bahia”, falou Florão. As atletas em questão são negras.

Verdade. Eu estava até brincando com esses cabelos, parecia a Margareth Menezes. (…) Grande abraço aqui para o Paulo (o espectador que reclamou). Oh, Paulo, que isso. A gente falou inclusive, estamos aqui com o pessoal do Bahia, das aparências. Se o Paulo achar que é um comentário xenofóbico comparar as artistas, que são maravilhosas, que a gente falou da Margareth Menezes, poderíamos citar alguém… a Daniela Mercury, outros tantos”, disse completou o narrador. 

Após a repercursão nas redes sociais, os dois foram afastados das transmissões do Brasileirão feminino.





Fonte: iBahia