[INTERNACIONAL]: Em bom momento com Ramírez no Internacional, Thiago Galhardo admite frustração por não ter ido jogar na Arábia: “Confesso que bateu uma tristeza”



Um dos destaques da goleada do Internacional sobre o Deportivo Táchira pela Copa Libertadores, o meia-atacante Thiago Galhardo concedeu uma entrevista nesta quarta-feira (28) ao programa “Seleção SporTV”, do canal de esportes por assinatura do Grupo Globo. Ele deu declarações sobre o trabalho de Miguel Ángel Ramírez no Colorado e sobre a transferência frustrada para o Mundo Árabe.




Segundo Galhardo, é preciso um tempo para colocar as ideias em prática: “Todo treinador que chega precisa de tempo, uma pré-temporada, para conhecer os jogadores e desenvolver a forma de jogo. Acho que o que aconteceu com o Abel Braga e o Miguel Ángel Ramírez é que não tiveram um tempo hábil para treinamentos, são jogos atrás de jogos”.

Ele ainda expôs os conceitos empregados pelo técnico espanhol no clube: “A ideia do Ramírez é fazer com que a bola se inicie no Lomba até chegar no centroavante, da forma mais limpa possível. Aos poucos vamos nos adaptando. De fato, não fizemos uma grande estreia, sentimos muito a questão da altitude até pela velocidade da bola”.

Na reta final do Campeonato Brasileiro de 2020, no qual o Inter terminou em segundo, Galhardo chegou a estar próximo de se transferir para o Al-Hilal, da Arábia Saudita. Porém, o negócio não aconteceu. Ele falou sobre isso: “Confesso que bateu uma tristeza, mas estou tão feliz no Internacional, com ótimos números e um clube com grande estrutura, que não tem como isso me deixar mal por muito tempo”.

Outro assunto importante foi a utilização dele como centroavante: “Fui contratado pelo Inter para ser um meia, mas por conta das circunstâncias, com a lesão de Guerrero, fui utilizado de centroavante. Acabei fazendo muitos gols na temporada passada e gostei. Quero continuar nessa função e brigar pela seleção”.

  • Internacional
  • Thiago Galhardo

Fonte: Bola Vip