Manchester City vence o PSG de virada e dá grande passo em busca da final da Champions League

Em um duelo eletrizante em Paris, o Manchester City venceu o PSG nesta quarta-feira pelo jogo de ida das semifinais da Champions League. Após sair perdendo no Parque dos Príncipes, a equipe de Guardiola virou para 2 a 1 no segundo tempo e tem enorme vantagem para o jogo de volta. Marquinhos abriu o placar, enquanto De Bruyne e Mahrez fizeram para os visitantes.

+ Veja a tabela da Champions League

INÍCIO MORNO
O começo de jogo na capital francesa foi de poucas emoções, mas dentro do esperado pelas duas equipes. Enquanto o Manchester City tentava controlar a partida ao seu estilo, o PSG se lançava ao ataque em jogadas rápidas e contra-ataques fulminantes.

ZAGUEIRO ARTILHEIRO
Aos 14 minutos, brilhou a estrela de Marquinhos. O argentino Di María bateu escanteio pela direita e o defensor brasileiro apareceu como uma flecha para desviar e mandar a bola para o fundo das redes. Foi o quarto gol do jogador em mata-mata de Champions pelo PSG desde a temporada passada.

DOMÍNIO INGLÊS
O segundo tempo foi completamente diferente da etapa inicial e o time de Pep Guardiola controlou a partida. Aos 18 minutos, De Bruyne tentou levantar bola na área e ela morreu direto no gol de Navas. Sete minutos depois, Mahrez cobrou falta que passou pelo meio da barreira e virou a partida.

MENOS UM
A situação do PSG, que já era complicada, ficou ainda mais difícil aos 31 minutos. Gündogan recebeu bola na intermediária e Gueye, com uma dura entrada por trás, fez falta no alemão. O árbitro Felix Brych deu cartão vermelho direto para o volante parisiense.

+ Veja como está a corrida pela Chuteira de Ouro na Europa

PANORAMA
Para o jogo de volta, o Manchester City pode até avançar com derrota, desde que perca por 1 a 0. Para o PSG, vitória por dois gols de diferença garante a vaga.

SEQUÊNCIA
​Manchester City e Paris Saint-Germain voltam a se enfrentar na próxima terça-feira (4) pelo segundo jogo das semifinais da Champions League. O jogo acontecerá no Etihad Stadium, na Inglaterra.





Fonte: https://www.lance.com.br/