Pressão surte efeito e Ceni deve mudar zaga contra o La Calera; Venê Casagrande traz as últimas antes do confronto pela Libertadores



O Flamengo tem jogo pela Copa Libertadores da América nesta terça-feira (27), diante do Unión La Calera, do Chile. O confronto acontece no Maracanã e o Rubro-Negro tem a certeza que não poderá contar com Rodrigo Caio, que realiza tratamento de uma fibrose na coxa. A ausência de RC faz Ceni ter à disposição Gustavo Henrique, Bruno Viana e Léo Pereira.




O clássico diante do Vasco, pelo Campeonato Carioca, no dia 15 de abril, foi encarado pelo treinador como uma espécie de laboratório, onde testaria não só o poder de fogo disponível, bem como, escolhas individuais. O ‘experimento’ principal de Ceni foi no setor defensivo, quando colocou Bruno Viana em dupla com Arão, aproveitando do fato de que Rodrigo Caio estava suspenso para enfrentar o Vélez, na estreia do Mengo na Libertadores, que aconteceu há uma semana.

No último treino do Mengão, realizado na tarde da última segunda-feira (26), a atividade esboçou uma tendência que aponta novas mudanças no miolo da zaga Rubro-Negra. Contra o Vélez, jogaram Arão e Gustavo Henrique, escolha provavelmente influenciada pela atuação insatisfatória de Bruno Viana no clássico diante do Vasco, pelo Campeonato Carioca. 

Entretanto, considerando o que foi testado pelo treinador, durante as atividades derradeiras para a preparação do jogo contra o Unión La Calera, Bruno Viana voltará a fazer dupla com Arão no time titular, já que tal formação foi utilizada no treinamento. A informação é do jornalista Venê Casagrande.

O parceiro de Arão é uma vaga que vive em um constante incógnita, pois Gustavo Henrique também falhou em um lance infeliz, quando errou no bote do cruzamento para Janson, que originou no primeiro gol do Vélez e as críticas e pressões para que fosse substituído voltaram a mirar o camisa 2. 

Contudo, o Fla que enfrenta o Unión La Calera pela segunda rodada da Libertadores deve ter a provável escalação: Diego Alves, Isla, Bruno Viana, Arão e Filipe Luís; Diego, Gerson, Everton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol

Fonte: Bola Vip