PSG não desiste de montar “seleção de melhores do mundo” e estuda alternativa para ter Messi, Cristiano Ronaldo e Neymar; astro pode “rodar” da equipe


O PSG largou atrás do placar diante do Manchester City ao perder em casa para os ingleses por 2 a 1 na partida de ida da semifinal da Champions League. Agora, para avançar à sua segunda final consecutiva, os franceses terão que vencer por 2 ou mais gols de diferença para terem a chance de conquistar o título inédito no final de maio, em Istambul, na Turquia. Caso o placar volte a se repetir, mas dessa vez favoravelmente ao lado de Neymar e companhia, o finalista será conhecido na prorrogação; mantido o resultado, a decisão será nos pênaltis. 

 




Enquanto Neymar, Mbappé e todo o elenco parisiense batalha em campo, o presidente da instituição, Nasser Al-Khelaifi, tenta nos bastidores montar um verdadeiro esquadrão para a próxima temporada. Isso porque, de acordo com o jornal Sport, a equipe francesa não desistiu de contar com o argentino Lionel Messi, mas também quer o português Cristiano Ronaldo. 

 

Além de planejar uma proposta de dois anos de contrato com direito a estender o veículo a Messi e oferecer ao argentino um salário irrecusável, o PSG encaminhou a renovação de Neymar até 2026 e, atento aos rumores de mercado, o presidente soube que Cristiano Ronaldo não está feliz na Itália. Com isso, há a possibilidade de oferta ao português. O grande empecilho nesse momento passa pelos externos, como o fair play financeiro da Uefa, norma que praticamente inviabiliza o projeto de reunir o trio no mesmo time.

 

 

PSG Deve oferecer uma proposta irrecusável para Messi. Foto: Getty Images

Com um sonho de montar um super time no ano da Copa do Mundo, que será disputado no Catar, seu país, o mandatário pode negociar Mbappé para que tenha dinheiro suficiente para fazer as aquisições que tanto deseja, sem que haja uma punição da Fifa. O jovem francês é o sonho do Real Madrid e já demonstrou interesse em se mudar para o Santiago Bernabéu tempos atrás. 

 

Nos bastidores, sabe-se que o projeto é muito complexo e que a chance do trio atuar junto pela primeira vez na história é bastante improvável. No entanto, Nasser Al-Khelaifi garante que seu sonho não está encerrado e fará de tudo para que possa acontecer.

Fonte: Bola Vip