Rabello ‘ignora’ pressão e abre o jogo sobre ambiente do Atlético: “Criam-se muitas coisas”; polêmica ainda é pauta


O Atlético conta com um grande investimento para conseguir ser um dos protagonistas do futebol brasileiro, hoje ao lado de Flamengo e Palmeiras. Mesmo com contratações de peso e de nível mundial, o Galo ainda não conseguiu engrenar. Sob o comando de Jorge Sampaoli, o time mineiro até que “ameaçou” deslanchar, mas o técnico argentino pediu demissão.




Com Sampaoli fora, a alternativa da diretoria atleticana foi o retorno de Cuca, técnico campeão da Libertadores de 2013. Apesar da rejeição da torcida, a direção bancou o treinador, que também não consegue colocar o Atlético no caminho do bom futebol. Além do rendimento abaixo do esperado, desentendimento com jogadores vem marcando o trabalho do treinador.

Foto: Pedro Souza / Atlético

No último fim de semana, após a vitória do Galo diante do Athletic, pelo Campeonato Mineio, Hulk cobrou publicamente mais oportunidades. Em resposta, Cuca disse que dá minutagem pra quem desempenha o que é esperado. Com o clima um tanto quanto pesado, Igor Rabello veio a público negar que haja qualquer tipo de “racha” no vestiário do Alvinegro.

“Fora daqui, criam-se muitas coisas, dizendo que o elenco está rachado e outras coisas mais. Vivemos uma ambiente ótimo, todo mundo se dá bem. Por causa de uma situação ou outra, acham que o elenco está rachado. Isso aqui é uma família. Durante a temporada, vão acontecer algumas situações e vamos resolver isso entre nós”, disse o zagueiro em entrevista à TV Galo.



O defensor também “ignorou” a pressão que é vivida por conta de resultados e títulos. “É normal [conviver com a pressão]. Nós, jogadores, temos que estar prontos para isso, porque a gente tem a responsabilidade, pelo investimento que foi feito aqui. Mas também não podemos, por ter essa responsabilidade, perder a alegria de jogar o futebol”, concluiu.

  • Atlético Mineiro
  • Igor Rabello
  • Cuca
  • Hulk

Fonte: Bola Vip