Roberto de Andrade expõe situação contratual de meia ‘preterido’ por Mancini: “Tem que ter um aval técnico”


O Corinthians de Vagner Mancini ainda não mostrou ao que veio na temporada. Depois de começar bem, ganhar jogos e empolgar seu torcedor, o Timão notoriamente despencou de rendimento após a paralisação no futebol devido à pandemia. Em crise financeira, a diretoria já deixou claro que não fará grandes investimentos e irá apostar nas categorias de base.




Apesar de liderar seu grupo no Paulistão e já estar garantido na fase do Estadual, além de avançar na Copa do Brasil, o futebol apresentado pelo Corinthians tem sido um tanto quanto burocrático e abaixo do que é esperado pela Fiel. No entanto, Mancini conta com o apoio da direção corinthiana, que avalia o trabalho como “bom”.

Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Além de bancar Mancini, a alta cúpula alvinegra, comandada por Roberto de Andrande (diretor de futebol), atualizou a situação de Fessin, que segue treinando no CT Joaquim Grava, mas não é utilizado pelo treinador. Depois de fazer uma boa temporada pelo Bahia no ano passado, o meia não manteve a regularidade e retornou para Itaquera, mas não deve permanecer.

“O jogador por enquanto está conosco. Para tomar qualquer outra atitude, de renovação, empréstimo ou dispensa, a gente tem que ter um aval técnico. Como isso ainda não aconteceu, o jogador está treinado com a equipe. Ainda não teve oportunidade, então estamos aguardando”, esclareceu Roberto em entrevista coletiva nesta terça-feira (27).

“O contrato vai até o fim de dezembro e estamos aguardando a comissão técnica falar algo para tomarmos alguma atitude, seja qual for”, concluiu. Contratado em 2018 depois de se destacar no ABC-RN, Fessin chegou ao Corinthians com grande expectativa. Porém, em 2019, sofreu uma grave lesão na tíbia da perna direita e perdeu o restante da temporada.

  • Corinthians
  • Fessin
  • Mercado da Bola

Fonte: Bola Vip