Thiago Neves expõe saída do Grêmio e pega pesado em entrevista: “Esse que encheu o meu saco”; ex-camisa 10 atuou em 14 partidas


Thiago Neves durou pouquíssimo tempo no Grêmio e teve seu contrato rescindido “de surpresa”. O ex-camisa 10 estava a três jogos de ativar uma cláusula que previa renovação automática para 2021, com pagamento de R$ 2,4 milhões em luvas e aumento salarial. 




O meia foi relacionado para 17 partidas e entrou em campo em 14 na temporada, nove pelo Gauchão e cinco pelo Brasileiro. Sua relação com o Tricolor não é nada boa e virou assunto em entrevista no canal do jornalista Alê Oliveira. Thiago desabafou e ainda apontou o principal culpado por sua saída.

“Teve uma vez que o Renato chegou pra mim e perguntou: “O que está acontecendo? Você está sempre com a cara fechada, não sorri nunca”. E eu falei que estava agoniado mesmo. Que não tinha ido passear. Que queria jogar e que era pra ele me botar na fogueira”.

Foto: Pedro H. Tesch/AGIF
Foto: Pedro H. Tesch/AGIF

“Que falassem mal de mim mesmo, azar. Não queria que só o Renato assumisse a bronca. E aí jogamos contra o Sport. Perdemos. No outro dia de manhã, me mandaram embora sem eu saber. Fui treinar à tarde e me mandaram embora”, explicou Thiago.

O jogador citou Paulo Luz e não escondeu sua mágoa: “O presidente sempre foi correto comigo. Mas ele não estava todo dia no clube. Quem estava no dia a dia eram três. O Paulo (Luz) e mais dois. Eles viam a coisa acontecer. Não tive problemas com eles, mas se puder evitar, melhor. Tanto que quem insistiu para eu sair foi esse Paulo. Já até saiu do Grêmio. Esse que encheu o meu saco pra eu sair”.

Fonte: Bola Vip