Água Santa x Portuguesa – Lusa luta para não ficar mais um ano na A2!


Paulista

Água Santa x Portuguesa – Lusa luta para não ficar mais um ano no Paulista A2!

Portuguesa precisa vencer por três gols de diferença para se classificar no tempo normal

Publicado em 20/05/2021
por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 20 (AFI) – O Campeonato Paulista da Série A2 só é bom para quem chega da Série A3. A Portuguesa não se encaixa nesse cenário e está longe de querer permanecer na divisão. O problema é que a Lusa terá uma difícil missão contra o Água Santa nesta sexta-feira, às 19 horas, no Estádio Primeiro de Maio, em São Bernardo do Campo, pela partida de volta das quartas de final.

O duelo não irá acontecer em Diadema já que o Estádio Distrital do Inamar não comporta os equipamentos dos VAR (árbitro de vídeo), que está sendo usado em todo mata-mata do Paulista A2. Na ida, no Canindé, a Portuguesa perdeu de 2 a 0.

Com o resultado, o Água Santa pode perder por até um gol de diferença que estará classificado às semifinais. Já a Portuguesa precisa vencer por três gols de diferença para se classificar no tempo normal. Se vencer por dois gol de diferença, ou seja, devolver o placar desse jogo de ida, a decisão será nos pênaltis.

PARA SONHAR!
Na reta final da primeira fase, a Portuguesa enfiou 3 a 0 no Osasco Audax e 5 a 0 no EC São Bernardo. Esse último resultado foi fora de casa, no mesmo local da partida desta sexta. Os dois placares citados colocariam a Lusa na semifinal. Houve ainda os 3 a 1 sobre o Juventus. Com esse placar, a decisão iria para os pênaltis.

Lusa já goleou no estádio na decisão. (Foto: Dorival Rosa / Portuguesa)

Lusa já goleou no estádio na decisão. (Foto: Dorival Rosa / Portuguesa)

Outro detalhe importante é que a Rubro-verde acumula 14 gols fora de casa em sete jogos e tem o melhor ataque como visitante. Média de dois tentos por partida.

SEM MEDO!
Em cinco jogos pelo Paulista A2, de 2017 para cá, o Água Santa perdeu só uma vez para a Portuguesa. Em 2018, a Lusa venceu por 1 a 0 em Diadema. Esse resultado, porém, não atrapalharia os planos do Netuno. O primeiro encontro dos rivais foi em 2017 (0 a 0). Em 2019, novo empate (1 a 1). Já na atual temporada, o Água Santa meteu 3 a 0 na primeira fase e 2 a 0 nas quartas de final.

Sem falar que o time de Diadema não cai como mandante há um ano e quatro meses nas divisões do Paulistão. A última derrota como mandante foi em 25 de janeiro, na segunda rodada do Paulistão 2020, contra o Novorizontino (2 a 0). De lá para cá, o Netuno emendou 13 jogos de invencibilidade, sendo sete vitórias, incluindo uma em cima do Corinthians no ano passado, e seis empates.

Água Santa tem retrospecto a seu favor. (Foto: Michael Sanches / Água Santa)

Água Santa tem retrospecto a seu favor. (Foto: Michael Sanches / Água Santa)

COMO VAI?
Para manter a sequência positiva, o técnico Sérgio Guedes terá a volta de Cesinha, que cumpriu suspensão na vitória, por 2 a 0, no Canindé.O meio-campista Carlos Alberto e o atacante Nando seguem lesionados.

E O TIME?
O técnico Fernando Marchiori não terá jogadores suspensos ou lesionados. Os testes de Covid-19 foram realizados só nesta quinta-feira e os resultados saem na sexta.

Alemão e Walfrido ainda são dúvidas. Eles ficaram fora do primeiro jogo das quartas de final e ainda não estão 100%. Como treinaram de forma leve ainda não se sabe se vão para o jogo.


Fonte: Futebol Interior