Athletico-PR é multado por descumprir regras do combate à pandemia


Paranaense

Athletico-PR é multado por descumprir regras do combate à pandemia

Decreto de Curitiba proibia a circulação de pessoas das 21h30 às 5 horas em razão da pandemia da COVID-19

Publicado em 20/05/2021
por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 20 (AFI) – Um dia após a importante vitória sobre o Melgar (PER) por 1 a 0 na Arena Baixada, pela Copa Sul-Americana, o Athletico-PR foi notificado pela prefeitura de Curitiba que será multado em R$ 100 mil por descumprir as regras do município no combate à pandemia da COVID-19.

De acordo com o decreto publicado pela prefeitura na quarta-feira, as pessoas estavam proibidas de circular na cidade das 21 horas até 5 horas da manhã. Contudo, Athletico-PR e Melgar se enfrentam em duelo que teve início às 21h30 e terminou próximo da meia-noite, contrariando o que havia sido estabelecido.

A prefeitura de Curitiba alega que comunicou o Athletico-PR que não poderia realizar a partida às 21h30, mas que o clube nada fez para antecipar a partida dentro horário que fosse legal para as regras do combate à pandemia.

Em campo, o Furacão venceu por 1 a 0 e se aproximou da classificação à próxima fase da Copa Sul-Americana. O que deverá um ótimo dinheiro ao clube, principalmente para arcar com a multa de R$ 100 mil pelo município.

Renato Kayser comemora gol da vitória do Furacão sobre o Melgar

Renato Kayser comemora gol da vitória do Furacão sobre o Melgar

Confira a nota emitida pela prefeitura de Curitiba:

“A Prefeitura de Curitiba multou nesta quinta-feira (20/5) o Club Athletico Paranaense pela realização de jogo na noite de quarta-feira (19), na Arena da Baixada. Um auto de infração no valor de R$100 mil foi lavrado pelo descumprimento do Decreto Municipal 890/2021, que entre outras medidas para enfrentamento da covid-19, suspende a circulação de pessoas no período das 21h às 5 horas. A Prefeitura de Curitiba destaca que o clube foi comunicado prévia e formalmente sobre a proibição da atividade fora do horário estabelecido no decreto”.


Fonte: Futebol Interior