cerca de 2,3 milhões recebem nesta quinta (20)


Cerca de 2,35 milhões de pessoas estão recebendo nesta quinta-feira (20) os pagamentos da segunda parcela do Auxílio Emergencial do Governo Federal. Esses informais são aqueles que nasceram no mês de abril. Os pagamentos estão acontecendo de maneira digital.

Isso quer dizer portanto que esse público só vai poder mexer nesse dinheiro pelo aplicativo Caixa Tem. Por esse app, é possível pagar boletos bancários, fazer algumas compras pela internet e ainda comprar em lojas físicas por meio de algumas maquininhas que estão aceitando o benefício.

Os valores seguem os mesmos no Auxílio. Mesmo depois de muita pressão o Governo Federal decidiu manter os valores no patamar inicial. Então são quatro pagamentos de parcelas que variam entre R$ 150 e R$ 375. A grande maioria dos informais recebe mesmo o valor menor, que é o de R$ 150.

Ainda de acordo com o calendário oficial do Governo Federal, as pessoas que nasceram em abril poderão realizar o saque desse dinheiro nas agências apenas a partir do próximo dia 4 de junho. Até lá, esses usuários só podem usar a quantia através do app do Caixa Tem.

Há uma preocupação em relação a esse fato. É que muita gente não tem dispositivos com internet. Essas pessoas portanto não estão podendo movimentar esse dinheiro agora. Eles terão que esperar até o próximo dia 4. A Caixa diz que pode adiantar essa data. No entanto, ainda não há nenhuma confirmação oficial sobre isso.

Quem teve cancelamento

Alguns informais que nasceram no mês de abril e que receberam a primeira parcela poderão ter uma surpresa agora. É que existem casos em que as pessoas não estão recebendo mais o benefício. Isso acontece porque o Dataprev cancelou algumas contas.

De acordo com o órgão, eles estão analisando todos os perfis sempre entre dois pagamentos. Por isso eles realizaram esse pente fino entre o primeiro e o segundo ciclo. A boa notícia para essas pessoas é que é possível fazer uma contestação desse resultado. Pelo menos na maioria dos casos.

No entanto, é preciso prestar muita atenção. É que há um prazo para pedir essa contestação do Auxílio. De acordo com o Dataprev, os informais têm até o próximo dia 28 deste mês para pedir a revisão das informações. Se não fizerem isso até esta data, não poderão pedir mais depois. O caso dos usuários do Bolsa Família é diferente. Eles podem fazer essa contestação até o próximo dia 1 de junho.

Bolsa Família

Falando em Bolsa Família, uma parcela de beneficiários desse programa também está recebendo a segunda parcela do Auxílio Emergencial nesta quinta (20). De acordo com o calendário oficial de pagamentos do benefício agora é a vez das pessoas com o Número de Inscrição Social (NIS) terminando em 3.

Esses beneficiários do Bolsa Família seguem um calendário próprio de liberação do dinheiro em questão. E esse conjunto de datas é o mesmo que essas pessoas seguiam antes mesmo dos pagamentos do Auxílio Emergencial em questão. Então pouca coisa muda para eles.

O que muda mesmo é o dinheiro que esses usuários estão recebendo. De acordo com informações do próprio Ministério da Cidadania, que reponde pelo Auxílio, a maioria dos usuários do Bolsa Família está recebendo o valor maior do programa, que é o de R$ 375.

Fonte: Notícias Concursos