Confira o 13º dos aposentados: 1ª parcela será paga em 10 dias


ATENÇÃO! A primeira parcela do 13º dos aposentados será paga em 10 dias. O pagamento está previsto para acontecer no próximo dia 25.

O pagamento do benefício foi dividido em duas parcelas iguais de 50% cada. E dois calendários devem coordenar o pagamento: um para beneficiários que recebem até um salário-mínimo e outro para aqueles que recebem acima deste valor.

A primeira parcela do dia 25 deve ser paga para aqueles com o benefício final 1 e que recebem até um salário-mínimo. Já o calendário para aqueles que receberão mais que um salário-mínimo deve ser iniciado depois no dia 1º de junho.

Todos os beneficiários devem receber as duas parcelas do 13º dos aposentados até 7 de julho.

A antecipação do 13º dos aposentados foi oficializada no último dia 4. Neste dia, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) assinou um decreto liberando os valores. Na sequência o calendário de pagamento também foi liberado.

Confira abaixo o calendário do 13º dos aposentados:

Para beneficiários de até 1 salário-mínimo:
Final nº benefício Pagamento 1ª parcela Pagamento 2ª parcela
1 25 de maio 24 de junho
2 26 de maio 25 de junho
3 27 de maio 26 de junho
4 28 de maio 29 de junho
5 31 de maio 30 de junho
6 1º de junho 1º de julho
7 2 de junho 2 de julho
8 4 de junho 5 de julho
9 7 de junho 6 de julho
0 8 de junho 7 de julho
Para beneficiários acima salário-mínimo:
Final nº benefício Pagamento 1ª parcela Pagamento 2ª parcela
1 e 6 1º de junho 1º de julho
2 e 7 2 de junho 2 de julho
3 e 8 4 de junho 5 de julho
4 e 9 7 de junho 6 de julho
5 e 0 8 de junho 7 de julho

 Orçamento e antecipação do 13º para aposentados

A antecipação do 13º de aposentados é uma das promessas que o governo federal já tinha se comprometido para minimizar os efeitos da pandemia da Covid-19.

Por outro lado, o ministro da Economia, Paulo Guedes, vinha relatando que era necessário aguardar a aprovação do orçamento. Afirmação que foi questionada por economistas.

Segundo Matheus Rosa, pesquisador do Instituto Brasileiro de Economia da FGV, a antecipação do 13º de aposentados não altera os valores, apenas a data dos pagamentos. Este seria um dos motivos para a iniciativa já ter condições de ser realizada pelo governo.

“Como a medida prevê apenas antecipação de despesas, não há efeito de aumento de gasto em termos anuais, uma vez que o governo seria obrigado a realizar o pagamento dos benefícios de qualquer forma”, explica Rosa.

“Ao inverter de ser no final do ano, anteciparia para abril ou maio. Então, não tem um gasto novo. É só a mudança do gasto no tempo”, completa Fábio Klein, consultor e especialista em contas públicas.

Antecipação também beneficiária o governo

Para Rosa, a antecipação do 13º de aposentados é uma prioridade, uma vez que também irá movimentar a economia.

“A importância de antecipar pagamentos do 13º passa por perceber que, pela atual conjuntura de pandemia, com efeitos econômicos e de saúde pública, é melhor que as pessoas recebam recursos o mais rápido possível. Se assim não fosse, receba antecipadamente ou seguindo o calendário usual de pagamentos não faria diferença “, afirma.

Fonte: Notícias Concursos