Demitido do Cuiabá, Valentim nega crise com presidente e familiar


Brasileiro

Demitido do Cuiabá, técnico nega briga com presidente e problema familiar

Alberto Valentim falará duarante a semana sobre sua demissão do Dourado, clube pelo qual estava invicto

Publicado em 30/05/2021
por Agência Futebol Interior

Cuiabá, MT, 30 (AFI) – O Cuiabá pegou muita gente de surpresa no último sábado ao anunciar a demissão do técnico Alberto Valentim após o empate por 2 a 2 com o Juventude, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

Após o anúncio, muitos boatos surgiram sobre o motivo que levou o Cuiabá a tomar tal decisão. Chegaram a falar que o treinador chegou a jogar um copo de água na cara do presidente do clube, além de discutir com os jogadores. Tudo foi prontamente negado.

Alberto Valentim afirmou que irá se pronunciar nesta segunda-feira, assim como a diretoria do Cuiabá. O treinador estava invicto e havia conquistado o estadual. Vale lembrar também que o Dourado não poderá mais mudar de treinador, conforme o novo regulamento da CBF, com exceção para promover à função funcionários há mais de seis meses no clube.

Alberto Valentim foi demitido no sábado

Alberto Valentim foi demitido no sábado

Veja a nota oficial de Valentim:

Em resposta aos boatos inverídicos que estão sendo publicados utilizando meu nome, gostaria de esclarecer algumas questões.

Em primeiro lugar, deixo claro que minha saída do Cuiabá, de forma invicta, não teve relação com nenhum dos fatos que estão sendo veiculados e me pronunciarei sobre isso no início da semana.

Não houve, a despeito do que vem sendo publicado, nenhum tipo de desentendimento entre algum atleta do time e eu. Jogadores esses que sempre nos ajudaram a fazer o melhor todos os dias e que demonstraram muita tristeza com minha saída.

Ainda sobre os absurdos que vêm sendo veiculados (Fake News), relacionados à minha vida pessoal, todo o meu desprezo e reafirmo que essas inverdades já foram repassadas à minha equipe de advogados para tomarmos as medidas cabíveis.

Lamento muito a falta de respeito com minha família e esposa, com quem me acompanha e gosta de mim, e quem sabe da seriedade do meu trabalho.


Fonte: Futebol Interior