Ex-Corinthians entra para história com 1º gol do Cuiabá no Brasileirão


Brasileiro

Ex-Corinthians entra para história com primeiro gol do Cuiabá no Brasileirão

“Fico muito feliz em poder estar fazendo história no clube juntamente com meus companheiros”

Publicado em 31/05/2021
por Agência Futebol Interior

Cuiabá, MT, 31 (AFI) – O Cuiabá estreou no Campeonato Brasileiro Série A com um empate em 2 a 2 diante do Juventude no último sábado e o atacante Jonathan Cafu como destaque ao entrar para história do clube com o primeiro gol da equipe no Brasileirão e o primeiro na edição 2021.

O atacante que chegou ao clube através de empréstimo do Corinthians vai ganhando destaque no clube. Após longos cinco anos atuando fora do Brasil o atacante não teve oportunidades com técnico Vagner Mancini demitido recentemente e vem se adaptando novamente ao futebol brasileiro. Em seu novo clube já são 16 jogos com quatro gols e quatro assistências, campeão mato-grossense e na estreia do Cuiabá foi autor do primeiro gol do clube e da edição 2021 do Brasileirão.

“Fico muito feliz em poder estar fazendo história no clube juntamente com meus companheiros, mas infelizmente não conquistamos a vitória que era nosso objetivo. Vamos continuar trabalhando para realizarmos um grande Brasileirão”, disse atacante.

O atacante se destacou no XV de Piracicaba no Paulistão de 2014 fazendo cinco gols. Logo em seguida foi negociado com a Ponte Preta e foi um dos destaques na campanha do acesso à elite do Brasileiro com 32 jogos, seis gols e sete assistências, o que chamou atenção do Palmeiras. Mas o São Paulo entrou no negócio e contratou o atleta, mas ficou pouco tempo. Foram 12 jogos e um gol na Libertadores de 2015. Depois, o atleta foi vendido para o Ludogorets, da Bulgária.

NO EXTERIOR

Na Bulgária o jogador foi grande destaque da equipe com dois títulos da Liga e eleito melhor jogador em 2017. Disputou a Liga dos Campeões sendo artilheiro do Ludogorets com quatro gols. Um desses gols foi diante do poderoso Arsenal e outro golaço que eliminou o Estrela Vermelha na vitória por 4 a 2. Após pegar bola próximo ao meio campo pelo lado direito fintou quatro adversários e soltou bomba no ângulo. Pelo time búlgaro, foram 75 jogos e 22 gols e 14 assistências.

Após brilhar durante duas temporadas na Bulgária, o atacante foi vendido ao Bordeaux, da França, por seis milhões de euros. Foi a maior negociação de um atleta naquele país. Já no clube francês disputou a Liga Francesa, uma das principais do futebol europeu, e ganhou destaque com grandes jogos ao lado do também atacante brasileiro Malcom.

Foi emprestado ao Estrela Vermelha onde disputou a Liga dos Campeões e conquistou o título da Liga Sérvia e foi vice-campeão da Copa da Sérvia de 2019. Voltou ao Bordeaux e foi emprestado para Al-Hazem, Arábia Saudita. Voltou ao Brasil e assinou com o Corinthians a custo zero, mas o atleta não teve grandes oportunidades com o técnico Vagner Mancini.


Fonte: Futebol Interior