Ferj tenta levar final do RJ para Brasília e quer 18 mil torcedores


Carioca

Ferj tenta levar final do Carioca para Brasília e quer 20 mil torcedores

A entidade vem sendo conhecida por fazer pouco caso com a pandemia da Covid-19

Publicado em 17/05/2021
por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 17 (AFI) – A Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) tenta tirar a decisão do Maracanã. A entidade quer que a final do Campeonato Carioca seja disputada em Brasília, no Mané Garrincha, com presença de público. O sonho é de ter 20 mil torcedores no duelo, a ser realizado no próximo sábado.

O Flamengo vê com bons olhos a possibilidade, pois luta com a entidade para colocar público na final, indo contra todos os protocolos criados pelos profissionais de saúde em combate à Covid-19. O Fluminense é completamente contra.

O Fluminense se baseia nos artigos 19 e 20 do regulamento do Campeonato Carioca para tentar impedir a mudança da partida da final. No entanto, há interpretação, pois o artigo 23 deixa a situação nas mãos da entidade. No fim, quem decidirá será o Departamento de Competições da Ferj.

“O departamento de competições da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, com competência para definição do local dos jogos, analisa a possibilidade de mudança da praça da decisão do Campeonato Carioca entre Flamengo e Fluminense no próximo sábado”, disse a entidade.

CONFUSÃO!
A tentativa aparece em pauta dois dias após a confusão causada na partida de ida da decisão. O atacante Fred fez duras críticas aos convidados do Flamengo que compareceram ao duelo. O artilheiro chegou a discutir com o diretor de relações externas, Cacau Cotta, e do diretor executivo de futebol, Bruno Spindel, ao lado do presidente Mário Bittencourt.

Mané Garrincha pode ser o palco da final do Carioca

Mané Garrincha pode ser o palco da final do Carioca

Ambos os clubes receberam um email os autorizando a levar 150 convidados para a partida, mas apenas o Flamengo se usufruiu da condição. O Maracanã acabou sendo multado pela Secretaria Municipal da Saúde.

Confira a nota da Secretaria Municipal de Saúde:
“A Secretaria Municipal de Saúde esclarece que a presença de público em estádios e ginásios esportivos, ainda que não pagante, está expressamente vedada por força do Decreto 48425/21.

A iniciativa de manter 300 convidados no interior do estádio do Maracanã para assistirem à partida entre Flamengo e Fluminense, pelo Campeonato Carioca, ocorrida sábado (15/05), configurou infração sanitária classificada como gravíssima, pelo potencial do dano causado, conforme previsto no art. 30, XXV do Decreto 45585/18, combinado com o Decreto 48425/21, que prevê a penalidade de multa.

Por isso, será aplicada uma multa, no valor de R$14.060,72, à administração do Maracanã, que tem a responsabilidade de zelar pelo cumprimento das medidas de proteção à vida.

O Instituto Municipal de Vigilância Sanitária, Vigilância de Zoonoses e de Inspeção Agropecuária (IVISA-Rio) ressalta ainda que tanto o Maracanã quanto a Federação de Futebol do Rio de Janeiro (FERJ), organizadora da competição, não fizeram qualquer pedido para a liberação da presença de público no estádio”.


Fonte: Futebol Interior