Galhardo não esquece provocação de Gabigol e rebate camisa 9 do Flamengo: “Jamais iria lembrar de provocar alguém”


Flamengo e Internacional disputaram o título do último Campeonato Brasileiro até o fim do torneio. Assim como no duelo direto entre os dois, o Mengão levou a melhor e confirmou mais um título. Após a conquista, o atacante Gabigol respondeu ao meia-atacante Thiago Galhardo, que havia feito uma provocação durante o campeonato.

“Seu Galhardo, seu moleque, você tem que respeitar, não foi campeão e não foi artilheiro, beijo”, disparou Gabriel Barbosa em resposta ao atleta do Internacional. Nesta quinta-feira (06), o assunto voltou a ser repercutido por Galhardo em uma entrevista concedida para o canal ESPN Brasil.

“Eu respeito, tenho que respeitar todos os meus companheiros de clube e profissionais da área. Sempre terá da minha parte dentro e fora de campo. Às vezes, tem desentendimentos por chegada, mas é natural. Não sou rancoroso, não guardo mágoa. Não foi uma provocação, eles entenderam assim. Não me machucou em nenhum momento, sou esclarecido“, argumentou.

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo
Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Segundo as palavras de Thiago Galhardo, em nenhum momento aconteceu provocação ao Flamengo durante o campeonato que acabou nas mãos do Rubro-Negro. “Para mim, não muda nada. Até agradeci por ele (Gabigol) lembrar de mim num momento tão especial para o Flamengo, que era o título”, disse.

“Se eu tivesse sido campeão, comemoraria com meus companheiros e familiares, jamais iria lembrar de provocar alguém. Não tenho mágoa de ninguém. Se nos encontrarmos, provocação zero”, completou Galhardo.

  • Flamengo
  • Gabigol
  • Galhardo

Fonte: Bola Vip