Impacto financeiro do Coronavírus nas empresas: conheça 5 maneiras de se recuperar


Ao longo de 2020, estendendo-se para 2021, o impacto financeiro do Coronavírus nas empresas tem sido uma grande preocupação para todos nós. Os noticiários não param de comunicar fechamentos, reaberturas, dados de desemprego e outras questões sobre a crise na economia brasileira. Mas, então, o que fazer para se recuperar desse problema? Na matéria abaixo, vamos comentar 5 soluções que podem ser úteis nesse momento atribulado.

5 maneiras de se recuperar do impacto financeiro do Coronavírus nas empresas

Independente de trabalhar diretamente na área de gestão financeira, todos sabemos que 2020 e 2021 estão sendo anos estressantes para a economia de muitas empresas, especialmente para os pequenos negócios. O impacto financeiro do Coronavírus nas empresas desestruturou muitos negócios, fazendo alguns até mesmo falirem.

Muitos empreendedores foram espertos, se preparando para o pior, concentrando os esforços na estabilidade dos negócios. Por exemplo, aumentando o fluxo de caixa enquanto apostavam cautelosamente na conquista de investimentos, negligenciando outros considerados mais fracos.

É uma manobra totalmente lógica em tempos de alta volatilidade. Agora, à medida que 2021 avança e apesar dos novos fechamentos nacionais, vemos um raio de esperança graças às vacinas. Ser conservador e suspender novos investimentos pode não ser a estratégia certa.

Em tempos de incerteza, cortar custos torna-se um mecanismo simples e óbvio, mas é mais ambicioso partir para o ataque. Muitas empresas podem não considerar essa etapa até que a recuperação seja consolidada. O problema é que, quando chegar a hora, pode ser tarde demais para obter uma vantagem competitiva.

Abaixo estão 5 ações proativas focadas em serviços financeiros que se pode tomar para acelerar o processo de recuperação do impacto do Coronavírus nas empresas. Confira.

É normal que os processos financeiros sejam associados a um nível reduzido de transações e custos desperdiçados
É normal que os processos financeiros sejam associados a um nível reduzido de transações e custos desperdiçados – Foto: Canva Pro

1.Melhor interação com os clientes

A tecnologia financeira está impulsionando a inovação em certos tipos de serviços, como:

  • Atendimento ao cliente;
  • Consultoria financeira;
  • Pagamentos e transações;
  • Empréstimos;
  • Seguros;
  • Gestão contábil.

A tecnologia financeira nos ensina que a experiência do cliente é essencial. Vemos como as startups de bancos atraem clientes de grandes entidades bancárias porque oferecem melhores experiências e assistência permanente.

Conquanto, observe os seguintes aspectos:

Experiências Omnichannel

Deve-se adaptar ao que os clientes precisam com uma experiência que vai além do mobile e inclui múltiplos canais de mensagens. Por exemplo, e-mail, chat ao vivo e SMS. Isso tornará mais fácil para eles se comunicarem no canal de sua preferência.

Aconselhamento financeiro automatizado

Consultores robóticos e assistentes virtuais enviam mensagens automatizadas para responder aos clientes. Assim, eles costumam ser usados ??para impulsionar as vendas e a interação.

Com essas ferramentas, é possível oferecer uma variedade de serviços, desde informações sobre questões essenciais até opções personalizadas baseadas em dados.

Novos produtos e serviços

Pode ser o momento ideal para incorporar novos produtos e serviços que se adaptem às diferentes necessidades dos clientes. Dessa forma, é importante contar com a ajuda de equipamentos tecnológicos.

2.Redução do impacto do Coronavírus nas empresas aumentando a visibilidade nas operações financeiras

Parte do investimento deve ser dedicado para melhorar a experiência do cliente. Para isso, pode ser que haja a necessidade de impulsionamento da eficiência operacional para ter o capital, a equipe e o tempo de gerenciamento eficientes.

É normal que os processos financeiros sejam associados a um nível reduzido de transações e custos desperdiçados. Ademais, os métodos geralmente são baseados em soluções eminentemente manuais, como copiar e colar informações em vários sistemas.

Muitos empreendedores foram espertos, se preparando para o pior, concentrando os esforços na estabilidade dos negócios
Muitos empreendedores foram espertos, se preparando para o pior, concentrando os esforços na estabilidade dos negócios – Foto: Canva Pro

A inovação trazida pelas fintechs podem eliminar essas redundâncias. A automação se traduz em aumentos substanciais na eficiência operacional e melhorias na visibilidade dos negócios.

Esses são fatores que permitem antecipar o impacto de uma mudança no comportamento do cliente e do mercado. Assim, é possível reagir mais rápido com a ajuda de novos produtos.

3.Aproveitar o home office como uma vantagem competitiva

Ter uma equipe comprometida, assim como motivada pode se traduzir em melhores resultados e benefícios. Por isso, ainda mais em tempos de pandemia, vale a pena investir no home office.

Um dos impactos do Coronavírus nas empresas foi a adoção do home office ter sido forçada em muitas situações. Mas este pode ser um bom momento para analisar os investimentos e mudanças que a se fazer para levantar o ânimo da força de trabalho, aumentando ainda mais a produtividade.

4.Investimento em novas oportunidades

Pode ser um bom momento para investir em recursos com desconto, aproveitando a fase de recuperação do Coronavírus. Agora que os bancos estão retomando certas atividades financeiras interrompidas, talvez seja interessante tirar vantagem da situação.

Com um esforço financeiro mínimo, pode-se liberar fundos com a reestruturação de dívidas e obter o máximo dos ativos circulantes. Assim, estabeleça relações de trabalho com profissionais do setor bancário e instituições de crédito para se informar sobre os novos ativos disponíveis. Pois, atualizar o funil de negócios de acordo com as diferentes situações e priorizar sempre uma boa comunicação é uma ótima sugestão sempre.

5.Contratar uma equipe competente com as habilidades certas

Durante a pandemia, a resposta automática de muitas empresas pode ter sido eliminar custos e reduzir o número de funcionários. No entanto, tempos de recessão representam uma oportunidade única de atrair perfis profissionais de primeira linha, com os quais não se poderia contar antes.

Procure candidatos disponíveis com habilidades excepcionais, como atendimento ao cliente, bem como flexibilidade e boas habilidades de trabalho em equipe. Além disso, deve-se contar também com habilidades técnicas exigidas para posições específicas.

Para entrar em um mercado totalmente novo, é preciso considerar contratar um perfil de líder que possa fornecer uma equipe consolidada e perspectivas de negócios. Este talvez seja realmente um bom momento para tentar atrair esse tipo de profissional.

Como seguir em frente depois do impacto do Coronavírus nas empresas

À medida que avançamos para o fim da pandemia, adotaremos novos comportamentos, novas expectativas surgirão. Dessa forma, aplicaremos diferentes processos e testaremos novos modelos de negócios.

O segredo para uma recuperação mais rápida, uma vez que a intenção é obter uma vantagem competitiva de longo prazo é encontrar um equilíbrio. Esse equilíbrio deve acontecer entre a redução de custos e a ação proativa antes que as coisas cheguem ao “novo normal”.

Em outras palavras, deve-se reduzir custos de forma inteligente e, ao mesmo tempo, investir em novos recursos. Assim, será possível buscar maior produtividade para melhor resistir à volatilidade e ao impacto do Coronavírus nas empresas, aproveitando as novas tendências do mercado.

Fonte: Notícias Concursos