Irmã de Paulo Gustavo alerta Bolsonaro: ‘nunca mais ponha na sua boca o nome do meu irmão’



Ju Amaral, irmã do ator Paulo Gustavo, que faleceu vítima da covid-19 no dia 4 de maio, publicou um texto nas redes sociais com críticas ao presidente Jair Bolsonaro.

Na publicação, ela pontuou o momento que em o presidente prestou condolências à família do humorista após o falecimento dele.

“Meus votos de pesar pelo passamento do ator e diretor Paulo Gustavo, que com seu talento e carisma conquistou o carinho de todo Brasil. Que Deus o receba com alegria e conforte o coração de seus familiares e amigos, bem como de todos aqueles vitimados nessa luta contra a Covid”, escreveu Jair Bolsonaro nas redes sociais na época. 

“Sr. presidente, me disseram algo sobre o senhor ter postado condolências à minha família. Só agora tive forças de vir responder como o senhor merece, e o mínimo que eu posso lhe dizer é que, por coerência, nunca mais ponha na sua boca o nome do meu irmão”, escreveu Ju Amaral.

“Essa boca que disse não à vacina e condenou tantos à morte, essa mesma boca que debochou imitando pessoas com falta de ar, pessoas que viveram o horror que meu irmão viveu, não pode ser usada para pronunciar o nome dele nem lamentar a morte de todos os vitimados pela Covid”, disse a irmã do humorista.

Acompanhado do texto, ela também publicou uma foto de uma tatuagem  com a frase “”rir é um ato de resistência” que fez em homenagem ao irmão.

Veja o post:





Fonte: iBahia