Leifert explica critério para interferências no BBB: ‘Me acusam de passar pano’



Durante a edição 21 do Big Brother Brasil, Tiago Leifert foi “acusado” de interferir no programa, trazendo informações demais e, por muitas vezes, de passar pano. Em entrevista a Fernanda Gentil no programa ‘Se Joga’ deste sábado (22), o apresentador explicou os critérios para esse tipo de interferência durante o reality.

“Eu sou juiz do jogo, às vezes tem uma votação aberta. Eu, Tiago, vocês só vão escutar uma opinião minha ali quando o jogo tiver pausado, eu tiver conversado longamente com a minha direção e todo mundo tiver alinhado”, explicou. 

Tiago ainda trouxe dois exemplos de momentos em que precisou trazer informações de dentro para fora para os confinados. “Nesses momentos que a gente olha pra trás, a pandemia no BBB20 e a pandemia de novo no 21, o assunto do cabelo do João [Luiz Pedrosa] e falta de fair play com o Lucas na primeira semana, eu acho que a gente estava alinhado. A gente tem que tomar cuidado porque senão não vai mais existir Big Brother. Se a gente ficar corrigindo tudo o que eles fazem, inclusive o jogo, aí não pode. Eles têm a liberdade, a convivência deles é jogo. Só quando é de fora pra dentro a gente interfere”, explicou.

O apresentador afirmou que não se coloca no papel de crucificar os brothers. “Eu sou muitas vezes acusado de ser leniente demais, de passar pano demais. Mas eu acredito no perdão. Quando eu vejo as pessoas saírem tão rejeitadas, me incomoda”, pontuou.





Fonte: iBahia