Menino fica com paralisia facial grave após ser atacado por cobra


Um menino holandês de 4 anos, que não teve o nome divulgado, ficou com paralisia facial após ser mordido no rosto por uma cobra naja mossambica. O caso aconteceu enquanto a criança dormia durante um safári na África do Sul. As informações são do jornal Mirror. 

Ele foi socorrido por médicos na África do Sul, que usaram um antiveneno, e ficou 12 dias internado. Depois, o garoto foi levado de volta para a Holanda, onde foi tratado pelo Dr. Willem Rinkel.

Rinkel disse em um artigo que publicou sobre o caso do menino que: “a cobra o mordeu logo abaixo de seu olho direito, que ele teria perdido se não estivesse dormindo”.

Garoto atacado por cobra | Foto: Newsflash

O garoto chegou ao hospital holandês com a bochecha direita estava paralisada, os músculos de sua pálpebra inferior não funcionavam e o inchaço em seu rosto estava causando-lhe muita dor.

De acordo com o médico Willem Rinkel, o garoto foi diagnosticado com paralisia parcial causada pelas neurotoxinas do veneno da cobra. A espécie raramente mata as suas vítimas, mas muitas vezes as cega e deixa-as com deficiências e desfiguração.

Após passar por drenagem para retirada do fluido que se acumulou sob a pele, o garoto começou a fazer ‘terapia de mímica’- que envolve massagens, técnicas de respiração e vários exercícios de contração muscular – para recuperar os movimentos dos músculos faciais. 





Fonte: iBahia