Mozart minimiza vantagem da Chape e prega respeito ao Marcílio Dias


Catarinense

Catarinense: Mozart minimiza vantagem da Chape e prega respeito ao Marcílio Dias

No jogo de ida, fora de casa, o Verdão venceu o rival por sonoros 4 a 1

Publicado em 18/05/2021
por Agência Futebol Interior

Chapecó, SC, 18 (AFI) – Apesar de estar com um pé na final do Campeonato Catarinense, o técnico Mozart trata como uma decisão o confronto contra o Marcílio Dias, marcado para esta quarta-feira, às 15h30, na Arena Condá. O treinador minimizou a vantagem de 4 a 1 conquistada no jogo de ida e pregou respeito ao adversário.

“É uma vantagem, mas nada além disso. Temos 90 minutos para consolidar nossa classificação. Recentemente tivemos um revés importante, que serviu de aprendizado. Não vamos ter relaxamento. Queremos algo maior. Respeitamos nosso adversário. Temos vários motivos para entrarmos ligados, o principal é a classificação”, falou o treinador.

Mozart citou a derrota para o Figueirense, por 3 a 1, no Orlando Scarpelli, pela partida de ida das quartas de final. Apesar do revés, a Chapecoense conseguiu dar a volta por cima ao vencer, na Arena Condá, por 2 a 0. Como fez melhor campanha na primeira fase, avançou à semifinal.

Mozart falou do duelo contra Marcílio Dias

Mozart falou do duelo contra Marcílio Dias

“Gosto de ter o controle do jogo com a bola nos pés dos meus jogadores. Mas uma equipe necessita saber fazer um pouco de tudo. O que o jogo pedir, vamos fazer. Não acredito que eles vão se atirar, pois não faz parte da característica. O Marcílio Dias não deve fugir muito do modelo do jogo”, completou o treinador, ao fazer uma breve análise do adversário.

MISTÉRIO
O treinador também optou pelo mistério em cima da escalação titular e indicou que poderá preservar alguns jogadores já visando os jogos finais.

“Temos o desfalque do Derlan e a volta natural do Laércio. Não decidi completamente a equipe que irá atuar. Com calma, vamos avaliar a condição de cada atleta para tomar a melhor decisão possível”, finalizou.

Como venceu por 4 a 1, fora de casa, no jogo de ida, a Chapecoense poderá perder por até três gols de diferença para avançar à decisão. Do outro lado da chave. Brusque e Avaí se enfrentam no Augusto Bauer. Na Ressacada, empate sem gols.


Fonte: Futebol Interior