O Ataque de Pearl Harbour: resumão!


O Ataque de Pearl Harbour: um resumo

O Ataque de Pearl Harbour foi o evento responsável por colocar os Estados Unidos dentro da Segunda Guerra Mundial, no ano de 1941.

O assunto é cobrado com frequência em questões de história geral, principalmente ao lado de perguntas sobre o seu contexto histórico.

O Ataque de Pearl Harbour: Introdução

O Ataque de Pearl Harbour representa um dos momentos mais importantes de toda a Segunda Guerra Mundial, sendo crucial para o desenvolvimento do conflito.

No dia 7 de dezembro de 1941, o Japão realizou um ataque à base naval estadunidense de Pearl Harbour, que se localiza no Havaí, Oceano Pacífico.

O ataque foi o responsável por fazer com que os Estados Unidos entrassem na Segunda Guerra Mundial, ao lado dos Aliados, no mesmo ano.

O Ataque de Pearl Harbour: Antecedentes Históricos

O Japão já era um rival dos Estados Unidos muito antes do início da Segunda Guerra Mundial. Isso porque, na década de 20, os EUA haviam vetado as exigências japonesas sobre territórios na China. Ainda, os Estados Unidos realizavam constantes intervenções na região das Filipinas, o que incomodava os japoneses, que queriam anexar o país. Assim, grande parte da população japonesa almejava combater os americanos na guerra. Vale lembrar que o Japão já se encontrava na Segunda Guerra desde o ano de 1939, ao lado do Eixo (Alemanha e Itália).

Porém, o ataque de Pearl Harbour representa um claro desconhecimento por parte do Japão da potência bélica dos Estados Unidos: desconhecimento esse que, por sua vez, culminaria no ataque com duas bombas atômicas que seria feito pelos americanos no ano de 1945.

O Ataque de Pearl Harbour: Características

Historiadores afirmam que o ataque de Pearl Harbor foi elaborado ao lado da política expansionista que havia sido colocada em prática pelo Japão desde a década de 30, com a invasão à China. Vale ressaltar que o imperialismo japonês é uma das consequências do crescimento econômico e do nacionalismo proporcionados pela instauração da Era Meiji.

O nacionalismo japonês difundida entre a população a ideia de que o Japão era um país superior aos demais da Ásia e que, dessa forma, teria o direito de conquistar os territórios estrangeiros e formar um grande império.

Assim, o principal objetivo do ataque de Pearl Harbour era destruir completamente a base americana no Pacífico, garantindo ao Japão um caminho livre para se expandir e dominar os territórios dessa região.

O ataque foi realizado de surpresa e contou com mais de 350 aviões, guiados pelo almirante Chuichi Nagumo. Mais de 2400 militares e cerca de 70 civis perderam suas vidas no evento. Ainda, os americanos perderam 11 navios e 188 aviões.

No dia seguinte ao ataque, Franklin D. Roosevelt, o presidente dos Estados Unidos, declarou guerra ao Japão. Em resposta, Alemanha e Itália apoiaram os japoneses, declarando guerra aos Estados Unidos.

Fonte: Notícias Concursos