Organizada fala em “ditadura” na Portuguesa e chama jogador de “lixo”


Paulista

Em nota, organizada fala em “ditadura” na Portuguesa e chama jogador de “lixo”

A Leões da Fabulosa soltou uma nota oficial após a eliminação da Lusa no Paulista A2

Publicado em 23/05/2021
por NETLUSA

São Paulo, SP, 23 – A torcida uniformizada Leões da Fabulosa se pronunciou logo após a eliminação da Portuguesa na Série A2 do Paulista. Pelas redes sociais, a organizada criticou diversos pontos do planejamento rubro-verde.

Os Leões citam os erros na busca por contratações, a promessa de reforços para as quartas de final, o que não ocorreu, a falta de entrevistas coletivas nos jogos, entre outros.

A organizada ainda protestou contra a contratação dos três colombianos, que sequer entraram em campo, e cita uma ditadura imposta no Canindé.

Leões da Fabulosa listou uma série de erros da diretoria da Portuguesa (Foto: Ronaldo Barreto/NETLUSA)

Leões da Fabulosa listou uma série de erros da diretoria da Portuguesa (Foto: Ronaldo Barreto/NETLUSA)

Confira a nota na íntegra:

VERGONHA – A CULPA É DE QUEM?

Mais um ano de Série A2. É segundo da gestão Castanheira. A realidade é que o torcedor da Portuguesa não aguenta mais tantos fracassos e sofrimento.

Após a conquista do torneio de várzea da Copa Paulista, o Canindé ficou tomado pelo clima de oba-oba. A preparação para a Série A2 foi um verdadeiro show de horrores: diretoria, comissão técnica e jogadores todos acomodados, achando que as vitórias viriam a qualquer momento – a primeira foi acontecer apenas na 7ª rodada, num sofrimento terrível.

A verdade é que ficamos muito longe do acesso. A diretoria tem o dever de vir a público e responder algumas questões que ficaram pendentes. A Portuguesa não tem mais tempo para errar!

14 JOGADORES ÁGUA SANTA: Anselmo, Jobinho, Thomazella, Denis Neves, Junior Prego, Alemão, Lombardi, Raphael Luz, Wellington Reis, Fabricio, Raphael Toledo, Maikinho, Lessa, Fabricio (EX-LUSA).

6 JOGADORES DO XV DE PIRACICABA: Jussani, Gilberto Alemão, Jefferson Feijão, Walfrido, Misael, Caio Mancha.

Em quase dois anos de gestão… Que tipo de planejamento é esse que faz tantas contratações de apenas dois clubes? O que tem no Água Santa e XV de Piracicaba que encanta tanto a diretoria da Portuguesa? Será o bom e velho planejamento de empresário?

FABRÍCIO (EX-LUSA): O velho conhecido da casa sempre trouxe confusão para a Portuguesa e clubes que passou. Em sua primeira passagem pela Lusa, Fabrício arrumou milhares de brigas com a torcida, forçou a saída da equipe em 2010. Fabricio nunca demonstrou o mínimo de gratidão e vontade em atuar pelo clube.

Sabendo de todo esse histórico, o que a diretoria faz? Contrata o jogador, em uma das temporadas mais importantes da história do clube. O futebol não costuma perdoar erros desse tipo. Se o Castanheira é das arquibancadas, jamais deveria ter permitido esse lixo vestindo a camisa da Lusa novamente.

PROMESSA DE CONTRATAÇÕES MATA-MATA: O Presidente sempre deixou claro que a Portuguesa iria classificar e que faria contratações para a segunda-fase. Castanheira, o que aconteceu com a sua promessa?

TIME DE SHOWBOL: Um elenco extremamente envelhecido, pesado e com grandes limitações de velocidade e criação. Qual o critério para tantas contratações de jogadores em fim de carreira? Nem precisa dizer o papelão que o zagueiro Lombardi, de 40 anos, cometeu hoje.

FERGUSON DO CANINDÉ: O mantra citado pelo Presidente ao longo da temporada é uma verdadeira ofensa à história do futebol.

Fernando Marchiori é um treinador que se mostra promissor, mas que foi muito mal durante todo campeonato. Um time bagunçado e limitado a um único esquema de jogo. Um excesso de invenções táticas e uma postura covarde na maioria das partidas – A postura do time na primeira decisão contra o Água Santa foi completamente INACEITÁVEL e acabou custando muito para a eliminação.

FALTA DE ENTREVISTA COLETIVA: É inadmissível que um clube grande como a Portuguesa não realize entrevistas coletivas durante a semana e jogos. Foram mais de 12 jogos sem uma única entrevista. A torcida e imprensa que cobre o clube merecem respeito e valorização. A Portuguesa não é a casa de vocês. NÃO IREMOS TOLERAR DITADURA NO CANINDÉ!

CONTRATAÇÃO DOS COLOMBIANOS: Não existe definição de oba-oba melhor do que essa. A Portuguesa com dívidas incontáveis, contrata três atletas que nunca foram relacionados e ao que parece não deverão ser utilizados. Que marketing burro é esse? Quem é o responsável por essa ideia? Flávio Alves: qual o critério para essa contratação?

A Portuguesa não tem mais tempo para errar. Esses são alguns dos vários erros cometidos nesta temporada. Em 2022, jogaremos a Série A2 pela sétima vez seguida. O que é inaceitável, uma mancha em nossa grandiosa história.

À torcida, pedimos que nunca desista. A única forma de resgatar o clube é com a participação efetiva da torcida em todos os campos necessários – seja nas arquibancadas, se tornando sócio torcedor ou internamente. Se quisermos mudanças, temos que fazer por onde.

A Portuguesa necessita de grandes mudanças políticas, estatutárias e principalmente administrativas. Se você abandonar, isso nunca irá mudar!

LEÕES DA FABULOSA – DESDE 1972
SOMOS A RESISTÊNCIA


Fonte: Futebol Interior