Prefeitura de Salvador prorroga medidas restritivas até 1º de junho


Devido ao avanço da covid-19 em Salvador, a Prefeitura prorrogará as medidas de combate à pandemia até 1º de junho. O anúncio foi feito pelo prefeito Bruno Reis durante coletiva virtual, realizada nesta segunda-feira (24). 

Foto: Reprodução

“Há uma procura grande por leitos clínicos. Isso indica que os pacientes estão chegando com sintomas mais leves, porém, o número é expressivo. Já começa a ter uma pressão sobre as UPAs e isso confirma que podemos estar diante de uma terceira onda ou do recrudescimento da segunda onda, ou seja, ela caiu, estabilizou e voltou a crescer”, disse o prefeito. 

O prefeito fez um apelo para que a população colabore no combate ao coronavírus, a fim de evitar a explosão de novos casos da doença. Ele lembrou que, no último sábado (22), uma reunião entre prefeitos da Região Metropolitana de Salvador e o governador Rui Costa definiu o retorno de medidas restritivas de isolamento social. 

“Com as decisões sendo tomadas em conjunto fica mais fácil conscientizar a população do momento que estamos vivendo. Todos passamos a ter a mesma narrativa e discurso”, pontuou ele.

Ficou determinado que, em Salvador, o toque de recolher estadual, entre segunda e quinta-feira, permanece de 22h às 5h. Já no final de semana, isto é, sexta, sábado e domingo, essa restrição é antecipada para 20h. Também está proibida venda de bebidas alcoólicas em qualquer estabelecimento, incluindo por sistema de entrega em domicílio (delivery), das 20h de sexta (28) até as 5h da segunda-feira (31). 

O prefeito reforçou que a vacinação, somada às medidas sanitárias que devem ser adotadas por toda a população, como uso de máscara, higienização de mãos e de evitar aglomeração, é a arma mais eficiente para conter a pandemia da Covid-19. Por isso, Salvador não tem medido esforços para imunizar os soteropolitanos com a maior celeridade possível. 

A capital baiana já tem 34,6% da população vacinada. São 1.063.749 doses aplicadas, sendo que 720.784 cidadãos tomaram a primeira e 342.965, a segunda dose. “No sábado (22), vacinamos 18 mil pessoas com a primeira dose. Já estamos praticamente concluindo todo o público de 57 anos ou mais, além de diversas categorias profissionais. Esse final de semana não chegou mais doses da vacina e esperamos que chegue novo lote ainda hoje (24)”, afirmou Bruno Reis.





Fonte: iBahia