Quadro clínico de Bruno Covas é ‘irreversível’, informa equipe médica



A equipe médica que trata o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), informou na noite desta sesta sexta-feira (14) que o quadro clínico dele é considerado irreversível. Ele está recebendo medicamentos analgésicos e sedativos.

Segundo nota divulgada pelo hospital, Covas está num quarto, onde recebeu a vista da família no início da noite.

Covas foi diagnosticado com um câncer na cárdia, válvula entre o estômago e o esôfago, em outubro de 2019 e, deste então, se submete a tratamentos.

No último mês, a equipe médica de Covas descobriu que o câncer se espalhou pelos ossos da bacia e pelo fígado

Em 2 de maio, o prefeito pediu licença do cargo e voltou ao hospital. No dia seguinte, ele precisou ser internado para tratar um sangramento no estômago, no mesmo ponto de um dos tumores.

Na última segunda-feira, os médicos sugeriram uma nova fase no tratamento contra a doença, combinando sessões de imunoterapia com um método chamado de terapia-alvo, que é feita com medicamento que identifica uma proteína que existe em células cancerígenas.





Fonte: iBahia