Romildo Bolzan ‘chama responsa’ e rebate especulações sobre reforço: “O Tiago Nunes não pediu esse jogador”


O Grêmio acumula uma sequência de sete jogos de invencibilidade desde a queda na pré-Libertadores e a queda do ídolo Renato Portaluppi. No período, Tiago Nunes assumiu o comando e soma quatro vitórias na sequência. O novo treinador ainda toma conhecimento do elenco que tem em mãos e não recebeu reforços para a sequência da temporada 2021.




Fora da fase de grupos da principal competição do continente, em meio à disputa da Copa Sul-Americana, a diretoria pisou no freio” no mercado e aguarda uma análise mais detalhada da comissão técnica recém-chegada. Nos bastidores, no entanto, alguns nomes vêm sendo especulados, principalmente jogadores que já trabalharam com Tiago Nunes.

Um dos atletas que voltou a ser ligado ao Grêmio recentemente foi Nikão. O meio-campista ainda não acertou sua renovação contratual com o Athletico-PR, onde ganhou título sob o comando do atual técnico gremista. Até mesmo a suposta pedida do Furacão, na casa de US$ 1,5 milhão (cerca de R$ 8 milhões) foi citada nos bastidores. No entanto, o presidente Romildo Bolzan Júnior garante que o meio não foi pedido pelo técnico até o momento.

Nikão: especulado no Tricolor (Foto: Robson Mafra/AGIF)
Nikão: especulado no Tricolor (Foto: Robson Mafra/AGIF)

Nós tivemos olhando esse jogador há dois anos. Mas nesse momento não temos nada com ele e nem vamos ter. Ele está por finalizar contrato com o Athletico esse ano e a gente tem respeito pelo clube. É um co-irmão. O Tiago Nunes não pediu esse jogador. Se tiver alguma coisa, vamos conversar com o Athletico. Neste momento, não há nenhuma solicitação do Grêmio por esse jogador, que não está naquele grupo de jogadores que estamos avaliando”, afirmou o mandatário, em entrevista à Rádio Gaúcha. 

Atento ao mercado, o Tricolor não deve fechar com grandes nomes, como Douglas Costa, da Juventus-ITA. “São contratações caras, caríssimas, salvo alguma situação que seja benéfica ao clube em contexto novo. Mas a partir da saída da Libertadores mudamos os planos e estamos trabalhando com a utilização dos jogadores da base. Não podemos alimentar nada que seja uma grande contratação. Se acontecer, será porque as condições de negócio favoreceram dentro do que o Grêmio pode cumprir”, completou o presidente. 

Fonte: Bola Vip