Saiba como é possível ter descontos em produtos no e-commerce


Uma prática bastante utilizada por usuários em sites de e-commerce é o tradicional encher o carrinho virtual, mas logo após, desistir das compras. Em vista disso, alguns internautas mais atentos já perceberam que essa prática pode render descontos, apesar de não funcionar para todos os sites, segundo especialistas ouvidos pelo CNN Brasil Business.

“A aplicação de um valor mais barato como estratégia em resposta ao carrinho abandonado é uma boa prática que utilizamos no mercado de e-commerce, mas não é algo que todas as lojas são obrigadas a aplicar. Então não é uma garantia que colocar as compras no carrinho e voltar só no dia seguinte vá resultar em descontos“, explica Thiago Sarraf, fundador da Dr. e-commerce.

Segundo Sarraf, existe “um custo de aquisição por cada cliente que entra na loja online”. Assim, muitas vezes, o estabelecimento acaba enviando um e-mail com descontos para o cliente que deixou um carrinho abandonado na loja. Logo, para a empresa, é mais vantajoso fazer isso em vez de simplesmente deixar o cliente ir embora.

“Oferecer descontos é uma forma de muitos marketplaces conseguirem reverter e estimular a compra, entendendo que você está em dúvida sobre”, “financeiramente faz sentido, dado que é mais barato reverter um cliente indeciso do que reverter um novo cliente”, afirma Zoë Povoa, fundadora da OZLLO.

Como funciona o remarketing e desconto para carrinhos abandonados?

O remarketing é o meio mais utilizado para melhorar a taxa de carrinho abandonado. Essa técnica consiste em disparar e-mails marketing ou investir em anúncios para que o usuário lembre que não finalizou a sua compra. É assim que os descontos chegam ao e-mail dos usuários que saem dos sites sem finalizar a compra.

Assim, nos e-mails, as mensagens devem ter o tom correto e botões certos para criar um sentimento de urgência e instigar o consumidor a comprar. Logo, a estratégia de oferecer descontos é a mais direta possível para recuperar a aquisição do cliente, mas podem ter e-mails oferecendo outros produtos para despertar um interesse diferente no consumidor.

Conquistar novos consumidores não é uma tarefa fácil e nem barata. Por isso as empresas valorizam a conquista dessas pessoas que já acessaram o seu e-commerce e quase finalizaram as suas compras. Esta é a estratégia utilizada para crescimento mais rápido dos comércios eletrônicos.

Mas o que é e-commerce e como funciona?

E-commerce (ou “comércio eletrônico” em português) é uma modalidade de comércio onde os negócios e transações financeiras são realizadas via dispositivos e plataformas eletrônicas, como computadores, tablets e smartphones. Atualmente, a maioria dos comércios tradicionais de varejo possuem também a modalidade de comércio eletrônico.

Esse tipo de comércio pode contar com diversos canais de vendas. O mais conhecido é a loja virtual. Porém, também existem outros, como marketplaces, vendas nas redes sociais e vendas por e-mail marketing. O que permite que as empresas utilizem de diversas estratégias diferentes por meio dos canais.

Por fim, vale ressaltar que a expressão e-commerce se diferencia do termo “loja virtual”. Isto porque o segundo conceito se refere ao website (ou plataforma de e-commerce) em que os clientes adquirem os produtos, ou seja, é um dos canais do e-commerce. No entanto, existem outros, como citado anteriormente.

Fonte: Notícias Concursos