São Paulo decide interromper agendamentos em Centros de Assistência


A Prefeitura de São Paulo decidiu interromper temporariamente os agendamentos de atendimentos nos Centros de Assistência Social (CRAS). De acordo com a própria Prefeitura, a paralisação está acontecendo por conta de uma atualização no sistema.

Esses centros funcionam para atender a população mais humilde. Para quem não sabe, é por lá que as pessoas acabam tirando dúvidas ou mesmo fazendo inscrições em programas sociais. No caso de São Paulo, esses CRAS funcionam para os casos do Bolsa Família e do auxílio-aluguel, por exemplo.

A Prefeitura disse que as cerca de 20 mil pessoas que agendaram atendimentos para as próximas duas semanas não precisam se preocupar. Isso porque, ainda de acordo com eles, esses agendamentos não se perderam. Assim, esses paulistanos podem ir ao local normalmente.

O Governo Municipal preferiu não dar uma data para o retorno desses agendamentos, mas garantiu que isso deve acontecer ainda nesta semana. As pessoas que precisam agendar algum serviço podem portanto continuar atualizando o Portal 156. Isso porque é por lá que os trabalhadores fazem os agendamentos.

Esse problema só aconteceu nos portais da cidade de São Paulo. Então quem for de outra cidade pode continuar tentando os agendamentos nos CRAS do município. Nas redes sociais, muita gente acabou se confundindo por causa dessa informação.

Problema em tempos difíceis

Como dito, a própria Prefeitura de São Paulo informou que mais de 20 mil pessoas agendaram atendimentos no CRAS da cidade para as próximas duas semanas. Isso quer dizer portanto que muita gente está precisando deste atendimento neste momento.

E isso acontece porque o país está passando por um período de muita dificuldade na pandemia do novo coronavírus. Milhões de pessoas em todo o Brasil estão procurando por alguma espécie de ajuda de qualquer esfera do Governo para auxiliar na renda das famílias.

No caso de São Paulo, a própria Prefeitura oferece o pagamento de um benefício para a população. Aliás, no ano passado o Prefeito Bruno Covas (PSDB) fez feito um auxílio semelhante. Seja como for, a situação das pessoas parece longe de melhorar. Pelo menos é o que os dados mostram.

Auxílio Emergencial

Vale lembrar que qualquer pessoa pode tirar dúvidas sobre o Auxílio Emergencial do Governo Federal no CRAS da cidade. No entanto, não é possível fazer a inscrição no programa. Isso porque o Palácio do Planalto não abriu seleção para o projeto este ano.

O Dataprev está analisando a situação das contas de cada uma das pessoas que se inscreveram no passado. São brasileiros que receberam o benefício em 2020. De acordo com as regras do Auxílio, apenas elas podem retornar ao programa neste momento.

Segundo o Ministério da Cidadania, que responde pelo Auxílio Emergencial, cerca de 39 milhões de pessoas estão recebendo as parcelas do novo benefício. No entanto, o próprio Governo Federal afirma que pode colocar mais seis milhões de brasileiros nessa conta.

Fonte: Notícias Concursos