Sarah revela que já beijou na boca pós-BBB e declara: ‘Estou fugindo de relacionamento’


O jeito muito rápido de falar e a risada característica se mantiveram com o fim do “Big Brother Brasil 21”. Mas a Sarah Andrade que dá esta entrevista a Canal Extra definitivamente não é mais a mesma. A começar pela cautela que a acompanha nas respostas.

— Sinto muito o peso de saber que agora estou influenciando milhões de pessoas. É o mais maluco depois de sair da casa (do “BBB”). E os fãs querem saber do meu dia a dia, me dão muito carinho, isso é gostoso. Até as críticas construtivas que vêm deles têm sido importantes — avalia Sarah, por telefone, dentro de um carro, entre compromissos.

A mudança de comportamento tem surpreendido a própria brasiliense, que já foi de mala e cuia para São Paulo. Ela sabia bem que a vida iria mudar depois do reality show da TV Globo. Só não conseguia dimensionar o quanto. Os seguidores nas redes sociais cresceram. Por onde ela passa, pessoas pedem animadas por selfies, e na agenda se acumulam entrevistas e campanhas publicitárias:

— Eu vou começar a terapia. Não estou mal, continuo sendo a mulher segura que já era antes. É mais para entender a minha nova realidade, essa nova “persona”. Estou com aquela sensação de filme… Parece que colocaram a minha alma em um corpo que não era meu. Não é fácil digerir que agora tenho uma vida pública e que tinha um mundo de gente me esperando aqui fora.

Foto: reprodução / TV Globo

Com o bônus da fama, vem o ônus. E chateações acontecem:

— Com os haters, principalmente, que se escondem na internet para falar coisas que machucam. Fico chateada, sou humana, tento evitar ler o que é negativo, não me apegar. Procuro me voltar para os que gostam de mim. E aí bola pra frente.

O saldo tem sido mais positivo. Da conta bancária, principalmente. Em relação a isso, a consultora de marketing está longe de reclamar. Mas já dá para dizer que faturou o prêmio de R$ 1,5 milhão aqui fora apenas com as redes sociais?

— Pode ser que sim (risos). A gente vai correndo atrás do dinheiro, mas tenho que trabalhar muito para isso. É que alguns contratos são fechados a longo prazo, então o dinheiro depende do tempo. Mas estou caminhando! — afirma.

O pensamento está concentrado agora na definição do futuro profissional. Notas na imprensa, por exemplo, ventilaram o interesse da RedeTV em contar com a ex-confinada em seu casting.

— Estamos conversando, sim, mas não há nada resolvido. Assim como estou falando com muitas outras pessoas. As oportunidades vão surgindo, e vou refletindo sobre o que é melhor para mim, se vou poder fazer agora ou só lá na frente… Fico muito feliz, de qualquer forma, porque são convites que nunca imaginei que um dia teria. Adoro lidar com o público e me identifico com a carreira de apresentadora. Mas não sei se vou para a TV, para a internet… Tenho que ver primeiro o que os meus seguidores querem — despista. 

E será que já deu tempo de tirar o atraso do período do confinamento?

— Cheguei a encontrar uma pessoa, que já conhecia antes. Foi um beijo só e tchau. Nada de romance. Estou fugindo de relacionamento. Brinquei que estou no desespero de arranjar uma amizade dessas (risos), mas a verdade é que não tenho nem tido tempo para pensar em sexo. Quero focar em trabalho, atrás de trabalho — diz.





Fonte: iBahia