Técnico do Náutico, Hélio dos Anjos recebe sondagem da Arábia Saudita


Brasileiro

Técnico de time de Série B recebe sondagem do futebol árabe

Entretanto, ele afirmou que vai discutir o projeto do time brasileiro com a diretoria, indicando o desejo pela permanência

Publicado em 26/05/2021
por Agência Futebol Interior

Recife, PE, 26 (AFI) – A Série B do Campeonato Brasileiro ainda nem começou, mas um técnico já pode estar de saída. Isso porque Hélio dos Anjos, do Náutico, revelou sondagem de um clube árabe. Entretanto, ele afirmou que vai discutir o projeto do time brasileiro com a diretoria, indicando o desejo pela permanência.

“Eu tenho contrato com o Náutico até dezembro, mas eu não sou nenhum menino. Tenho uma coisa muito boa comigo que é o prazer de trabalhar, e o clube me dá um prazer imenso de acordar amanhã e ir o mais rápido possível para o clube, mas eu tenho um pensamento, e vou discutir com a direção esse pensamento, por que como um profissional de 63 anos e com 30 e poucos de futebol eu não posso me empolgar com muita coisa, mas projeto pra mim é muito mais importante do que qualquer outra coisa”, disse Hélio em entrevista ao Podcast 45 minutos.

Foto: Tiago Caldas/CNC

Foto: Tiago Caldas/CNC

O vice-presidente do Timbu, Diógenes Braga, também confirmou as sondagens, mas garantiu que o treinador está feliz no Náutico e se mostrou tranquilo. Hélio também comentou que irá discutir um projeto para o Náutico, tanto em relação ao elenco quanto em relação à estrutura, a qual ele reconheceu que o clube tem feito avanços.

“Nós não podemos ficar abaixo em termos de estrutura. A condição interna do Náutico tem que melhorar muito, e está melhorando. Nós estamos tendo alguns problemas que precisamos melhorar, campos de treinamentos que precisam de melhora, então internamente o clube precisa crescer, para ter condições de disputar com os maiores”, analisou o treinador.

Hélio dos Anjos desperta interesse na Arábia Saudita, pois tem experiência lá. Comandou a seleção nacional e os clubes Al-Faisaly FC, Najran SC e Al-Qadisiya, sempre na primeira divisão.


Fonte: Futebol Interior