Vacinas da Pfizer e Oxford são efetivas contra variante indiana do coronavírus



Um estudo realizado no Reino Unido indicou que as vacinas da Pfizer e da AstraZeneca/Oxford, ambas sendo aplicadas no Brasil, são eficazes contra a variante indiana do coronavírus. 

Segundo o estudo realizado por um comitê científico, o o Nervtag (New and Emerging Respiratory Virus Threats Advisory Group), as vacinas são eficazes em 81% contra a variante indiana, além de 87% contra a cepa do Reino Unido.

A efetividade da CoronaVac, a terceira vacina aplicada no Brasil até então, não foi avaliada.





Fonte: iBahia