Zé Roberto, do Atlético-GO diz ter sofrido racismo contra o Newell’s


Sul-Americana

Jogador do Atlético-GO diz ter sofrido racismo em jogo da Copa Sul-Americana

Atacante Zé Roberto relatou a Conmelbol TV, ter sido chamado de “negro” no confronto contra o Newell´s

Publicado em 26/05/2021
por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 26 (AFI) – Após ter empatado por 1 a 1 contra o Newell’s Old Boys, da Argentina, e ser eliminado da Copa Sul-Americana. O atacante Zé Roberto, do Atlético-GO, disse que o volante Sforza, tenha cometido um ato de injúria racial. Segundo ele, o jogador argentino o teria chamado de “negro” durante a partida.

“Queria falar que o camisa 13 deles chamou o Marlon Freitas de negro. Em pleno 2021, isso não pode acontecer mais. Fica aqui minha palavra para o camisa 13: sem racismo, por favor. Já tem tantas pessoas sofrendo, não precisamos disso. Ele está só começando a carreira e já tem essa atitude ridícula”, disse Zé Roberto à Conmebol TV.

Atlético-GO empata na Argentina e é eliminado - Foto: Marcelo Maneira / AFP

Atlético-GO empata na Argentina e é eliminado – Foto: Marcelo Maneira / AFP

CULPOU O REGULAMENTO

Além do ato de racismo, o atacante falou sobre a eliminação do clube ainda na fase de grupos, disse que sente orgulho do trabalho feito pelo grupo e que o time foi prejudicado pelo regulamento.

“Estou muito orgulhoso do time e do que fizemos na competição. Fomos prejudicados pelo regulamento. Se fosse um mata-mata, por exemplo, teríamos passado. Agora é bola para frente e pensar no Brasileiro”

AGORA É SÉRIE A

Após a eliminação, o Dragão deve focar os trabalhos no Brasileirão Série A. O clube se reapresenta nesta quinta-feira, às 16h, e fará sua estreia contra o Corinthians, no domingo, na Neo Química Arena.


Fonte: Futebol Interior