A Esquistossomose: vai cair no ENEM!


A Esquistossomose: um resumo sobre a doença

A esquistossomose é uma doença muito comum em países tropicais e, mais especificamente, em locais que não possuem saneamento básico adequado. 

Essa doença é abordada com grande frequência por questões de biologia das mais variadas provas, com um destaque para a prova do ENEM e para os vestibulares.

Dessa maneira, é fundamental que você domine as principais características dessa doença, com o objetivo de garantir um bom desempenho nas suas provas.

A Esquistossomose: Introdução 

A esquistossomose, conhecida como barriga d’água, é uma doença causada pelo parasita Schistosoma mansoni. Esse ser vivo é encontrado em águas e chega ao corpo dos humanos por meio da penetração da pele. 

Como mencionado, a esquistossomose é mais frequentemente encontrada em regiões tropicais e que não possuem saneamento básico. Isso porque, com a falta de tratamento das águas, esses locais se transformam nos ambientes propícios para o desenvolvimento de caramujos. Esses, por sua vez, são hospedeiros do Schistosoma. Assim, o parasita se hospeda por um certo período no animal para o seu desenvolvimento. 

A Esquistossomose: Sintomas

A esquistossomose pode apresentar duas fases: a fase aguda e a fase crônica. A primeira se caracteriza por ser a fase inicial da doença no corpo e, se não tratada, pode evoluir para um estado mais grave. 

A fase aguda gera alguns sintomas principais no ser humano. Entre eles, podemos citar:

  • Dermatite Cercariana (coceira no local de penetração do parasita)
  • Febre
  • Dores musculares
  • Náuseas e vômitos
  • Falta de apetite
  • Tosses
  • Dor de cabeça

Na falta de tratamento e rápida identificação da doença, a esquistossomose pode se desenvolver, alcançando a chamada fase crônica. Os seguintes sintomas são característicos desse estágio: 

  • Dilatação do abdômen (origina o nome “barriga d’água)
  • Emagrecimento 
  • Sangue nas fezes
  • Aumento do fígado
  • Aumento do baço
  • Diarreias
  • Palpitações
  • Tonturas

A Esquistossomose: Tratamento 

A esquistossomose é uma doença que, felizmente, tem cura. O tratamento pode ser realizado mediante o uso de remédios específicos que impedem a evolução do parasita no corpo do doente. 

Porém, caso a doença tenha evoluído para um estágio mais grave, cirurgias podem ser necessárias. 

A Esquistossomose: Profilaxia

Existem algumas medidas que podem ser aplicadas para impedir a disseminação do parasita e do caramujo que o hospeda. Entre elas, podemos citar: 

  • Saneamento básico
  • Evitar entrar em rios ou lagos que são habitados por caramujos 
  • Usar botas para entrar em lagos ou rios desconhecidos
  • Não evacuar em locais próximos a águas que são utilizadas para consumo humano
  • Tratamento de esgoto 
Avalie o Texto.

Fonte: Notícias Concursos