Alarcon sonha com acesso da Ponte na Série B


Brasileiro

Alarcon sonha com acesso da Ponte na Série B

Executivo de futebol pontepretano fala sobre o planejamento

Publicado em 04/06/2021
por ARIOVALDO IZAC – –

Alarcon Pacheco, executivo de futebol da Ponte

Alarcon Pacheco, executivo de futebol da Ponte

Enfim o executivo de futebol da Ponte Preta, Alarcon Pacheco, colocou a cara pra fora nesta quinta-feira.

Fez questão de ser cordial quando interrogado por cada repórter, inicialmente citando-o nominalmente e com repetida citação de que ‘é um prazer falar contigo’.

Como falar até papagaio fala, ele disse que o objetivo do planejamento visa devolver a Ponte Preta à elite do futebol brasileiro.

Cá pra nós: não seria sensato e transparente citar que a Ponte tem por meta uma campanha que garanta a sua manutenção no Campeonato Brasileiro da Série B? E isso sem susto?

Ou alguém acredita que através das numerosas apostas feitas no processo de reformulação é possível a Ponte partir para arrancada, que a credencie ao acesso?

GILSON KLEINA

Alarcon justificou mudança no comissão técnica, por entender que minimamente o objetivo era de conquista do Troféu do Interior do Campeonato Paulista, o que garantiria, com antecedência, vaga à Copa do Brasil de 2022.

Na busca pelo ‘fato novo’, com a chegada do treinador Gilson Kleina, ele fez questão de assinalar que “mudamos bem’.

Entusiasmo ao trabalhar sobre o novo comandante ficou claro ao citar a ativa participação dele no processo de reformulação, com indicações de nomes.

No exagero, e com percepção de ferir sensibilidade, tratou de fazer rasgados elogios ao antecessor Fábio Moreno que, de treinador reprovado por torcedores, migrou à função de coordenador técnico.

CONTRATAÇÕES

Sequencialmente Alarcon repetia sobre o planejamento que beira a zero em erros de contratações.

Segundo ele, isso tem justificado atraso na concretização de negócios já encaminhados.

Ele disse estar alinhado com as dificuldades financeiras do clube para alto investimento e necessidade de se trazer ‘peças’ que gerem respostas em campo e lucratividade futura.

Deixou claro que a prioridade de contratações é a ‘questão defensiva’, sem deixar de se analisar o todo.

FAIXA ETÁRIA

Pelo menos no planejamento, há indicativo de redução da faixa etária do elenco.

Diferentemente de outras ocasiões, essa observação até pode ser um começo de processo estrutural.

Afora a aberração de vender ao torcedor ilusão de que a Ponte vai brigar pelo acesso, Alarcon mostrou um norte para o Departamento de Futebol Profissional.

Se vai acertar, se as contratações vão representar tiro certo, só o tempo dirá.


Fonte: Futebol Interior