América e Corinthians se enfrentam para espanatar má fase


Brasileiro

América-MG x Corinthians – No Independência, duas escolas diferentes se enfrentam

De um lado Lisca Doido, do outro Sylvinho e todo seu conhecimento europeu. Quem vai levar?

Publicado em 05/06/2021
por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 05 (AFI) – De um lado Lisca, que tem apelido de Doido Do outro, Sylvinho, que ainda não caiu na graça da torcida corintianae que vem sendo chamado de ‘engomadinho da fiel’. No duelo deste domingo, às 16h, no estádio Independência, América-MG e Corinthians vão colocar Lisca e Sylvinho frente a frente.

De igual nos dois times, a péssima fase. O time mineiro perdeu na estreia do Brasileirão para o Athletico-PR por 1 a 0, enquanto o Corinthians apanhou do Atlético-GO também por 1 a 0.

FIM DO JEJUM
Para buscar a primeira vitória desde o seu retorno a Série A, o time mineiro terá que quebrar dois incômodos jejuns: sequencia de quatro jogos sem vitória e dos mesmos quatro jogos sem marcar gols. Para piorar, o artilheiro do time, Rodolfo, perdeu dois pênaltis no período.

No meio da semana, o América empatou sem gols com o Criciúma, pela Copa do Brasil. Contra o Corinthians, ele deve manter Felipe Azevedo, Rodolfo e Ademir no ataque.

O zagueiro Ricardo Silva explica que o momento sem vitória não pressiona o time contra o Corinthians.

“Sabemos que temos que vencer por conta desta sequencia sem vitória. Estamos fazendo boas partidas, mas não estamos vencendo. A vitória vai chegar pelo jeito que estamos jogando. O ambiente é bom e os gols vão sair e a vitória vai voltar a reinar. Respeitamos o Corinthians, mas temos que vencer”, explica.

SEM ALMA
O técnico Sylvinho ainda não encontrou um time ideal para a equipe e segue sendo criticado por insistir em jogadores como Gabriel, Ramiro e Camacho na equipe titular.

Além de ter perdido paraAtlético-Go pelo Brasileirão, o Corinthians perde no meio da semana para a mesma equipe pela Copa do Brasil, desta vez por 2 a 0.

Corinthians deve entrar em campo com Cássio, Fagner, João Victor, Gil e Lucas Piton; Gabriel, Camacho (Ramiro) e Luan; Mateus Vital, Gustavo Mosquito e Jô (Léo Natel).


Fonte: Futebol Interior