Após Covid, vice da Ponte deixa UTI; dirigente fala em reforços


Brasileiro

Série B: Após Covid, vice-presidente da Ponte deixa UTI; dirigente fala em reforços

Gilson Kleina pediu um reforço para o sistema defensivo da Macaca

Publicado em 03/06/2021
por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 03 (AFI) – Executivo de futebol da Ponte Preta, Alarcon Pacheco, revelou a situação do vice-presidente do clube, Hélio Kazuo, que chegou a estar na UTI após complicações causadas pela Covid-19. O dirigente afirmou que seu companheiro de agremiação teve melhora e que venceu a batalha contra a doença.

“Gostaria de dividir com vocês uma grande notícia, que é a recuperação do nosso vice-presidente (Hélio) Kazuo. Hoje, já se encontra no quarto no hospital, já venceu essa batalha e essa luta grande que teve contra o Covid. Então, para nós que fazemos a Ponte Preta, é motivo de muita alegria e satisfação termos de volta esse grande dirigente, que tanto fez e tanto faz pela nossa Associação Atlética Ponte Preta”, falou.

REFORÇOS
Pacheco falou também sobre reforços para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. Após uma avaliação com o técnico Gilson Kleina, a diretoria colocou como prioridade a contratação de um zagueiro, considerado o setor mais carente da equipe.

Alarcon Pacheco, dirigente da Ponte Preta. Foto: Diego Almeida/PontePress

Alarcon Pacheco, dirigente da Ponte Preta. Foto: Diego Almeida/PontePress

“A busca por reforços une diversos fatores. O principal que a gente tem levado em consideração é a questão técnica e da qualidade do atleta. Esses atletas preenchem bem aquilo que a gente imagina para nossa plataforma de jogo. Estamos próximos de ter uma definição feliz para o clube, para o próprio torcedor e para o elenco para que a gente saia fortalecido nesse processo de chegadas. Com relação à questão do Gilson, ele pediu para a gente priorizar essa questão defensiva”, completou.

O dirigente garantiu também que a Ponte Preta não irá fazer loucuras por reforços, mas deixou claro que o clube fará contratações pontuais para buscar o acesso.

“Estamos tentando, ao máximo, adequar a qualidade à parte financeira, que todos têm conhecimento da dificuldade que se passa no futebol brasileiro. Não é diferente conosco. Então a gente tem buscado nessa questão e nesse quesito, discutindo bastante com a comissão técnica. A gente sabe que não podemos errar. Então, por não poder errar, tem que ser ao máximo criterioso na escolha desses atletas. Então definimos bem os alvos”, concluiu.

SÉRIE B
A Ponte Preta se prepara para enfrentar o Vasco da Gama neste domingo, às 16h, no Moisés Lucarelli. Na estreia, o clube campineiro perdeu para o Brusque, por 2 a 1, fora de casa.


Fonte: Futebol Interior