Artistas reagem ao vídeo de Juliana Paes: ‘a isentona do pedaço’


Após prestar apoio à médica Nise Yamaguchi na última quarta-feira (2), a atriz Juliana Paes tem recebido mensagens de colegas do meio artístico. Enquanto parte dos famosos prestaram apoio, o jornalista Felipe Andreolli e a também atriz Fabiula Nascimento deixaram indiretas nas suas redes sociais.

Juliana prestou apoio à Nise Yamaguchi nas redes sociais durante a tarde do dia 2 de junho, quando a médica foi interrogada na CPI da covid. Após a postagem, a atriz recebeu diversas críticas de seguidores e de colegas de profissão, já que Yamaguchi é defensora do tratamento precoce e da cloroquina – medicamento ineficaz no combate à covid-19. 

Em meio ao tumulto, a artista decidiu se pronunciar durante a noite do mesmo dia. Ela publicou um vídeo entititulado “carta a uma colega”, que os internautas julgam ser uma indireta para a atriz Samantha Schmutz. 

Stories compartilhados por Samantha após postagens de Juliana Paes | Reprodução: Instagram

“Eu não sou bolsominion, como adora criticar quem não me conhece de perto. Eu tenho críticas severa a esse que nos governa. Por outro lado, eu tampouco quero que governe essa oposição que se insinua para o futuro”, disse. Juliana ainda completou: “Não apoio os ideais arrogantes de extrema direita, não apoio delírios comunistas da extrema esquerda”.

Após o pronunciamento, artistas como Agatha Moreira, Letícia Spiller, Marcos Palmeira e Dani Suzuki apoiaram a colega. “Você é incrível! Obrigada por essas palavras!”, escreveu a namorada de Rodrigo Simas. Quem também comentou a publicação foi a influenciadora digital Lala Rudge, conhecida por apoiar o presidente Jair Bolsonaro nas eleições de 2018. Confira os comentários de apoio:

Comentários de famosos no vídeo publicado por Juliana | Reprodução: Instagram

Por outro lado, alguns famosos não engoliram o pronunciamento da atriz. “Falou de comunismo ou medo de comunismo no Brasil já não dá nem pra começar a conversa”, escreveu o jornalista Felipe Andreolli. Veja a repercussão:





Fonte: iBahia