29.6 C
Penedo
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Brasil 3 x 0 Venezuela – Sem esforço, Seleção sobra na Copa América


Copa América

Brasil 3 x 0 Venezuela – Sem esforço, Seleção sobra na abertura da Copa América

O duelo da noite deste domingo, no estádio Mané Garrincha, teve cobertura in loco do Portal Futebol Interior

Publicado em 13/06/2021
por Kim Belluco

Brasília, DF, 13 (AFI) – Atual campeão, o Brasil abriu a Copa América 2021 com vitória para cima da Venezuela por 2 a 0 na noite deste domingo, no estádio Mané Garrincha, e deu o primeiro passo em busca do décimo troféu do torneio. A equipe de Tite foi dominante, mas claramente se poupou diante de um adversário desfigurado por causa da Covid-19 e com pouco poder de fogo.

Brasil e Venezuela se enfrentaram em 27 oportunidades, com 23 vitórias da equipe canarinha, três empates e apenas uma derrota. O último jogo havia sido no ano passado, quando o time de Tite encontrou dificuldades para vencer por 1 a 0, pelas Eliminatórias.

Do outro lado, a Venezuela sai atrás no sonho de conquistar a Copa América pela primeira vez da história. Além dela, só o Equador ainda não levantou o caneco do torneio. Ambos estão no Grupo B, ao lado do próprio Brasil e da Colômbia.

VEJA OS MELHORES GOLS

Espaço incorporado por HTML (embed)

%3Ciframe%20width=%22560%22%20height=%22315%22%20src=%22https://www.youtube.com/embed/S-xLAR_vnQE%22%20title=%22YouTube%20video%20player%22%20frameborder=%220%22%20allow=%22accelerometer;%20autoplay;%20clipboard-write;%20encrypted-media;%20gyroscope;%20picture-in-picture%22%20allowfullscreen%3E%3C/iframe%3E

SÓ DEU BRASIL
Penúltima colocada nas Eliminatórias para a Copa do Mundo e sofrendo com um surto de Covid-19, que cortou de última hora 12 membros da delegação, a Venezuela fez jogo duro, mas não conseguiu fazer frente à seleção brasileira. O primeiro tempo terminou com o placar de 1 a 0 para a equipe de Tite, mas acabou sendo pouco por tudo aquilo que foi demonstrado durante os 45 minutos.

Brasil vence a Venezuela com facilidade. Foto: Figueiredo / CBF

Brasil vence a Venezuela com facilidade. Foto: Figueiredo / CBF

A posse de bola foi toda da seleção brasileira, enquanto a Venezuela montou uma retranca, esta que não foi tão eficaz quando gostariam. Richarlison começou com ‘fome de gol’, antes de ficar apagado. O atacante do Everton cabeceou rente à trave e, na sequência, exigiu grande defesa do goleiro Graterol, após belo passe de Neymar.

O atacante, que desfalcou a seleção na última Copa América, foi peça fundamental na vitória do Brasil. Foi dele a cobrança de escanteio, que contou com um desvio dentro da área e sobrou para Marquinhos. O zagueiro dominou como um atacante e chutou mascado para fazer o primeiro gol do torneio.

Neymar poderia ter feito o segundo. Ele ficou sozinho de cara para o gol, mas caprichou tanto que mandou para fora. Já Richarlison chegou a marcar, mas o lance acabou sendo anulado pela arbitragem. Em mais uma tentativa do ex-atacante do Fluminense, o zagueiro venezuelano tirou em cima da linha.

VITÓRIA ELÁSTICA
O primeiro tempo acabou com um vasto domínio da seleção brasileira, mas a segunda etapa começou com sustos. A equipe de Tite deu campo para o adversário, que começou a gostar da partida.

Mas em um lance de puro talento, a seleção brasileira definiu o jogo. Danilo recebeu na entrada da área, deu um ‘drible da vaca’ em Pino Maco e acabou sendo derrubado por Cumaná, pênalti. Neymar bateu com estilo para fazer 2 a 0. Tite apareceu vibrando muito ao lado de sua comissão técnica.

O treinador ainda quis dar um gás novo na equipe, colocando jogadores do Flamengo. Éverton Ribeiro melhorou a movimentação do meio de campo da equipe, mas o atacante teve atuação discreta, levou um amarelo logo depois que entrou em campo, mas deixou o seu, após linda jogada de Neymar, que tirou do goleiro e deixou livre para o artilheiro fazer o seu primeiro nesse retorno à seleção.

O lado negativo, no entanto, foram os erros de passes bobos da seleção e das jogadas ‘pouco ensaiadas’. Apesar disso, o Brasil fez o necessário para iniciar a defesa do título com uma boa vitória por 3 a 0.

PRÓXIMOS JOGOS
Na próxima rodada, o Brasil enfrenta o Peru na quinta-feira, às 21h, no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ). No mesmo dia, às 18h, a Venezuela pega a Colômbia no Olímpico, em Goiânia (GO).


Fonte: Futebol Interior