Copa do Brasil: Brasiliense busca missão ‘quase’, mas não impossível


Copa do Brasil

Copa do Brasil: Brasiliense busca missão ‘quase’, mas não impossível

Isso porque, depois de perder o jogo de ida da terceira fase, por 2 a 0, o time do DF terá que vencer por três gols de diferença

Publicado em 09/06/2021
por Sérgio Porto

Brasília, DF, 09 (AFI) – Nesta quinta-feira (10), à partir das 15h30, no Estádio Serejão, em Taguatinga, no Distrito Federal, o Brasiliense, do técnico Vilson Tadei, tem uma missão quase, mas não impossível. Tem de vencer ao Grêmio por três gols de diferença para se classificar para a próxima fase da Copa do Brasil 2021. Caso consiga uma vitória de dois gols de diferença levará a decisão da vaga para cobranças de penalidades máximas.

Ao Grêmio do técnico Tiago Nunes, até mesmo uma derrota por um gol de diferença, vai garantir a classificação para a próxima fase, pois venceu o jogo de ida por 2 a 0, na Arena Tricolor, em Porto Alegre. O Brasiliense vem de empate na estreia da Série D, em 1 a 1 diante do Goianésia-GO.

No jogo de ida, o Brasiliense foi derrotado por 2 a 0

No jogo de ida, o Brasiliense foi derrotado por 2 a 0

A partida estava anteriormente marcada para o estádio Nacional Mané Garrincha, mas em função das disputas da Copa América, o confronto foi remanejado para o Estádio Serejão, em Taguatinga. Os comandados do técnico Vilson Taddei vêm com a formação considerada titular para esta batalha frente aos gaúchos.

Na lateral direita Diogo deve ser o camisa 2. Na ala esquerda, a dúvida entre Mário Henrique e Goduxo, com Peu correndo por fora, ele que se recuperou de lesão. No meio de campo, Lídio, Sandy e Peninha, com Zotti e Jorge Henrique brigando pela quarta vaga no setor. No ataque, o goleador Zé Love pode ter Luquinhas como companheiro, com Vitor Rangel e Didira correndo por fora para estar no time.

Até por conta disso, o Brasiliense deve entrar em campo nesta quinta-feira (10) com a seguinte formação: Edmar Sucuri; Diogo, Badhuga, Gustavo Henrique e Mário Henrique (Goduxo); Lídio, Sandy, Peninha, Zotti (Jorge Henrique); Zé Love e Luquinhas (Didira).


Fonte: Futebol Interior