21.1 C
Penedo
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Corinthians entra em atrito com o Náutico e Carlão é devolvido


Brasileiro

Corinthians entra em atrito com clube da Série B e zagueiro é devolvido

O retorno do jogador se deu por uma ruptura na parceria do Náutico com o time paulista

Publicado em 14/06/2021
por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 14 (AFI) – O zagueiro Carlão, emprestado pelo Náutico ao Corinthians em março, voltará ao Timbu para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. O retorno do jogador se deu por uma ruptura da parceria com o time paulista, devido a um descumprimento na questão do acordo entre as equipes.

ENTENDA

Foto: Caio Falcão / Náutico

Foto: Caio Falcão / Náutico

Segundo Ari Barros, executivo de futebol do Náutico, as partes haviam acordado que o Corinthians cederia dois jogadores nesta temporada e mais dois na próxima em troca do empréstimo do zagueiro ao Sub-20, com um direito de compra de 60% do passe do jogador ao fim do contrato. O Corinthians, porém, nega este acordo.

“Carlão tinha mais 60 dias de contrato e, para renovar, queria ser liberado para um empréstimo com o Corinthians. Aceitamos, mas fizemos um acordo que Corinthians ia nos ceder dois atletas em 2021 e dois em 2022 com salários pagos por eles. Não estipulamos teto de salário, mas o acordo estava certo. Pedi isso documentado, mas Alessandro Nunes me disse que não tinha como documentar, mas que eu poderia ficar tranquilo. Foi dada a palavra”, disse Ari Barros.

ATRITO

O atleta foi para o Corinthians há três meses atrás e participou apenas de amistosos com o time sub-20, o que mudou os bastidores da parceria entre os clubes. Outro atrito aconteceu nos últimos dias, quando o time pernambucano pediu o lateral-direito Igor Formiga, titular da equipe sub-23 do Timão emprestado e o time paulista negou.

“Tivemos interesse de fato no Formiga, não por precisar de um lateral-direito, mas para prevalecer a parceria, para dar uma satisfação ao nosso torcedor e à minha diretoria pelo combinado. Mas Alessandro disse que não poderiam mais liberar atletas pagando salário, que as coisas mudaram. O Náutico também é um clube grande. Não podemos aceitar uma parceria de palavra, no fio do bigode, não ser cumprida. Palavra vale mais que assinatura”, desabafou o dirigente.

EXPLICAÇÃO

Alessandro Nunes, gerente de futebol do Corinthians, comentou sobre a negociação, defendendo os direitos e interesses do time paulista, explicando que não cedeu o lateral por não ver uma vantagem, nem financeira ou de crescimento.

“O Corinthians não viu nenhuma vantagem em emprestar Igor Formiga, da categoria de transição, nem desportivamente e muito menos comercialmente. O Náutico fez uma proposta simples de empréstimo, sem se responsabilizar pelos vencimentos dele. Sendo assim, entendendo que isso não condiz com uma parceria, o atleta segue na importante categoria sub-23”, afirmou Alessandro.


Fonte: Futebol Interior