Divino Baggio estreia na Netflix e faz sucesso


Campinas, SP, 29 – O filme Divino Baggio, que conta a história do craque italiano, estreou na Netflix no último dia 26. No Brasil, Baggio é mais conhecido pelo pênalti perdido na final da Copa do Mundo de 1994 do que por todo o resto de sua carreira. Por isso, muitas pessoas, principalmente os mais novos, não sabem a dimensão dele como jogador na Itália, onde é considerado um dos mais importantes atletas de todos os tempos.

A produção, original da Netflix, vem fazendo bastante sucesso em toda a Europa. De acordo com os dados levantados pelo site LATENIGHTSTREAMING, o filme já apareceu por 18 dias no ranking dos 10 mais assistidos da Itália, 12 dias em Malta, 10 dias na Croácia, 9 dias na Suíça, 8 dias em Portugal e 7 na Grécia e na Sérvia. Além disso, Divino Baggio também figurou entre as principais produções da plataforma em países de outros continentes, como Paraguai, Venezuela e Emirados Árabes Unidos.

A história começa nos anos 1970, ainda na infância de Roberto Baggio. Depois, acompanhamos sua chegada à Fiorentina e alguns trechos de sua carreira nos campos. Além da parte futebolística, sua família tem grande importância na história: seu pai e sua esposa são figuras constantes e têm enorme impacto na vida do atleta. Outros lados do craque também são mostrados, como sua forte relação com o budismo, com o rock’n’roll e com a moda.

Roberto Baggio é interpretado pelo ator italiano Andrea Arcangeli. O filme teve um trabalho minucioso de figurino, principalmente no que diz respeito aos uniformes históricos da seleção italiana e dos demais clubes pelos quais Baggio jogou. Quem assistir, ainda poderá ver alguns personagens brasileiros, como Dunga e Romário, que aparecem na parte que trata do momento mais fatídico da carreira do meia italiano – justamente a final contra o Brasil em 1994.

O fato de ganhar uma cinebiografia já mostra o tamanho de Roberto Baggio para o futebol italiano e mundial. Geralmente, apenas os grandes craques contam com este privilégio. Na Netflix, por exemplo, existem alguns outros filmes inspirados na vida de jogadores. Um deles é o de Pelé. Entretanto, a produção é documental, e não interpretada por atores como em Divino Baggio. O brasileiro, porém, inspirou outros filmes, como Pelé Eterno.

Outro craque que é constantemente retratado nas telonas e nas telinhas é o argentino Diego Maradona, que recentemente foi homenageado pela AFA com uma estátua. Na Netflix, é possível encontrar a série Maradona no México, que mostra a jornada do jogador na tentativa de reconstrução do Dorados de Sinaloa. Fora da plataforma, ainda existem várias outras produções: um documentário polêmico sobre sua vida (o próprio Maradona pediu para que os fãs não assistissem), outro documentário intitulado Maradona La Mano de Dios, o filme Amando a Maradona e, por fim, Maradona by Kusturica, que acompanha o craque durante a Copa de 2010, quando foi o treinador argentino. 


Fonte: Futebol Interior