FEMININO: Brasil empata com Canadá em último jogo antes da Olimpíada


Amistosos da Seleção Brasileira

FEMININO: Brasil empata com Canadá em último jogo antes da Olimpíada

A Seleção Brasileira Feminina está no Grupo F e fará os três jogos em julho, contra China, Holanda e Zâmbia

Publicado em 14/06/2021
por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 14 (AFI) – Em seu último compromisso antes da Olimpíada de Tóquio, a Seleção Brasileira feminina fez um jogo muito equilibrado com o Canadá. Na tarde desta segunda-feira, jogando no Estádio Cartagonova, em Cartagena, na Espanha, as duas seleções buscaram o gol até o fim, mas empataram por 0 a 0.

RUMO A TÓQUIO

Agora, a técnica Pia Sundhage fará a convocação final para a Olimpíada. O Brasil está no Grupo F e fará os três jogos em julho em busca da classificação. Encara a China, no dia 21, Holanda, no dia 24, e Zâmbia, no dia 27.

BOM JOGO

Desde o início, os dois times começaram buscando o ataque, o que deixou o jogo bem movimentado. Aos oito minutos, Bia Zaneratto partiu em velocidade pela direita e chutou de fora da área, mas a goleira fez defesa segura. O Brasil também levou perigo em finalização de longe de Andressina, que foi por cima.

Apesar de ter criado algumas chances antes, foi na parte final que o Canadá teve seu melhor momento. Em um dos lances, Quinn chutou de primeira após rebote e Bárbara defendeu bem. Depois, já aos 43, Fleming chutou de fora da área e Bárbara precisou se esticar toda para espalmar para escanteio.

SEGUNDO TEMPO

No segundo tempo, as canadenses tiveram grande chance logo aos oito minutos, com Quinn, na pequena área, mas Bábara saiu do gol, abafou adversária e fez grande defesa. No minuto seguinte, a mesma jogadora teve outra chance em chute por cima.

A seleção brasileira respondeu com Érika, que ficou com o rebote e chutou de longe. A bola passou perto, mas a goleira só acompanhou. Aos 39, o Canadá teve outra boa chance, desta vez em jogada de escanteio. Zadorsky cabeceou firme e a bola bateu na trave. Na sequência, Bárbara defendeu.

Aos 43, o Brasil também quase fez seu gol. Após boa jogada, Duda tocou para Júlia Banchi na direita, que devolveu o passe para a grande área. Duda dominou rápido e chutou com muito perigo, raspando a trave, na última chance de gol do jogo.


Fonte: Futebol Interior