Flamengo quer parar o Brasileirão e entra com ação no STJD; Entenda!


Brasileiro

Flamengo quer parar o Brasileirão e entra com ação no STJD; Entenda aqui!

Clube carioca teve cinco jogadores convocados para a Copa América e pede isonomia

Publicado em 11/06/2021
por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 11 (AFI) – Com cinco jogadores convocados para a Copa América, o Flamengo quer parar o Campeonato Brasileiro. Isso mesmo! O clube carioca entrou com uma ação no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para que o principal torneio do país pare durante a Copa América.

“A CBF precisa promover o equilíbrio das competições. A base da competição é a isonomia entre os concorrentes e isso está no artigo primeiro do regulamento. Somos a favor da seleção, mas com paralisação do campeonato. O mundo civilizado funciona assim”, começou Rodrigo Dunshee, vice-geral do Flamengo, em suas redes sociais.

Rodrigo Dunshee, vice-presidente Geral e Jurídico do Flamengo. (Foto: Divulgação)

Rodrigo Dunshee, vice-presidente Geral e Jurídico do Flamengo. (Foto: Divulgação)

“Não podemos prosseguir sacrificando as competições nacionais e os clubes para fazer frente às seleções. Não dá para retroceder. Por conta desse desequilíbrio, o Flamengo se socorreu ao STJD, para que, como em 2019, seja paralisado o Campeonato durante a Copa América”, completou ele.

FORA DE COMBATE!
O meia Everton Ribeiro e o atacante Gabigol foram convocados por Tite na Seleção Brasileira. Gabriel Barbosa, aliás, se meteu em uma confusão ao se negar defender o Fla na Copa do Brasil contra o Coritiba. Ele ficou em São Paulo se recuperando de uma lesão e, nesta sexta, se apresentará ao time da CBF.

Arrascaeta, por sua vez, foi convocado pelo Uruguai, enquanto Isla defenderá o Chile e Piris da Motta jogará pelo Paraguai. Dependendo da situação de cada seleção, os jogadores podem ficar fora do Fla por até um mês.

“Os clubes não podem continuar a jogar suas chances nas competições e os milhões investidos pelo ralo para promover torneios da seleção. Precisamos repensar o futebol brasileiro. Há que se respeitar o regulamento das competições que prevê que a base de tudo é a isonomia. Não estamos sendo ouvidos pela CBF, o que nos fez pedir a intervenção da Justiça Desportiva”, opinou o dirigente.

GOL DA VITÓRIA DO FLAMENGO!

“É a oportunidade que temos de rever certos conceitos. Não há como privar alguns clubes de seus melhores jogadores e outros não. Acreditamos que a Justiça será feita. Quem trabalha com verdade e com ética não pode deixar de buscar seus diretos. O regulamento precisa ser cumprido. Há que se ter igualdade de oportunidades entre os participantes e isonomia. Basta ler o regulamento”, finalizou Rodrigo Dunshee.


Fonte: Futebol Interior