Fortaleza x Chapecoense – Tricolor busca reabilitação para seguir no G4


Fortaleza, CE, 29 (AFI) – Depois de começar no Brasileirão com três vitórias seguidas, o Fortaleza vem em um momento de baixa e não sabe o que é vencer há quatro rodadas e por isso, precisa se reabilitar para seguir dentro do G4. Em casa, na Arena Castelão, o time cearense recebe a Chapecoense, às 16h. Porém, a missão não será fácil, já que o rival ainda não conseguiu conquistar um resultado positivo dentro da competição e está dentro da zona de rebaixamento, precisando demais desses três pontos.

Com 12 pontos e um retrospecto de três vitórias, três empates e apenas uma derrota, o Fortaleza aparece atualmente na quarta colocação e tenta seguir na cola do líder RB Bragantino, que tem 17. Do outro lado, a Chapecoense vive um momento totalmente diferente na tabela, já que aparece na 18ª colocação com apenas quatro pontos somados em sete jogos. Ao todo, empatou quatro e perdeu três.

FORTALEZA
Para encarar a Chapecoense, o técnico Juan Vojvoda terá os mesmos desfalques que teve no empate sem gols contra o Grêmio para escalar o time titular do Fortaleza. O volante Matheus Jussa e o meia-atacante Isaque seguem de fora. O primeiro segue se recuperando de uma lesão no ombro e o segundo se recuperou do covid-19, mas ainda trabalha para melhorar o condicionamento físico.

Já o centroavante Wellington Paulista é dúvida por conta de um desconforto na panturrilha que também o tirou do jogo passado. Com isso, o ataque seguirá sendo formado por David e Robson. No mais, a equipe segue sendo a mesma que vem atuando bem nas primeiras rodadas.

CHAPECOENSE
Para o duelo, o técnico Jair Ventura não deve fazer grandes mudanças no time titular da Chapecoense, já que a lista de relacionados é praticamente a mesma que jogou contra o Athletico-PR, em Curitiba, no último domingo (27), onde ficaram no empate por 2 a 2 e a delegação embarcou de lá direto para Fortaleza. A única novidade é o atacante Fabinho, que se recuperou do Covid-19 e só não atuou na rodada passada, por questões contratuais já que pertence ao time paranaense.

Por outro lado, as baixas seguem sendo as mesmas, já que a Departamento Médico da Chapecoense está lotado com os defensores: Tiepo, Joilson, Kadu Busanello e os meias Léo Gomes, Moisés Ribeiro, Alan Santos, Tharlis e Anderson Leite. O atacante Bruno Silva, por sua vez, segue afastado por tempo indeterminado após agredir Peglow, do Internacional, e aguarda julgamento do STJD.


Fonte: Futebol Interior